Emissora de TV suspende Carragher por cuspir em menina

EFE

Londres, 12 mar (EFE).- O ex-zagueiro Jamie Carragher, que defendeu o Liverpool durante toda a carreira, foi suspenso nesta segunda-feira pela emissora britânica "Sky Sports", onde trabalha como comentarista, após a divulgação de um vídeo no qual aparece cuspindo em uma menina durante uma discussão com um torcedor no trânsito.

No domingo, um dia depois da vitória por 2 a 1 do Manchester United sobre o Liverpool, um torcedor que gravava um vídeo no carro ao lado ironizou Carragher a respeito do resultado no estádio Old Trafford.

Como pode ser visto na gravação, o ex-jogador respondeu à provocação com uma cusparada em direção ao rosto da filha do torcedor, de 14 anos, que estava sentada no banco do carona.

Carragher se desculpou publicamente pelo comportamento na noite de domingo através da rede social Twitter e disse que a sua reação "não tem perdão".

"Totalmente fora de lugar. Já me desculpei pessoalmente com toda a família nesta noite. Fui provocado três ou quatro vezes durante o caminho enquanto me gravavam e perdi o controle. Não há desculpas, sinto muito", declarou.

O ex-zagueiro colabora com a "Sky Sports", da qual recebe cerca de um milhão de libras esterlinas por ano, e é o comentarista principal do programa "Monday Night Football". A emissora decidiu suspender Carragher com efeito imediato, mas não detalhou o tempo de afastamento.

"O seu comportamento não é próprio do que esperamos dos trabalhadores da nossa emissora. Levamos este caso muito a sério e condenamos as ações de Jamie", disse a emissora em comunicado. EFE


Leia também