Thiago Silva se emociona com volta por cima pelo Chelsea e exalta Tuchel: 'Mudou o time'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Atuando no Velho Continente desde 2009, Thiago Silva ainda não tinha experimentado a glória de um título de Champions League. A derrota na decisão de 2019/20, pelo PSG, foi bastante dolorosa para o zagueiro brasileiro. Mas agora ele já pode tirar essa 'pendência' da sua lista de objetivos de carreira. Com a vitória do Chelsea por 1 a 0 sobre o Manchester City, no Dragão, o defensor de 36 anos, enfim, celebrou sua primeira conquista europeia, tirando um enorme 'peso' das costas.

Em entrevista concedida após o encerramento da decisão, o camisa 6 se emocionou, exaltou o trabalho do alemão Thomas Tuchel, e destacou o fato do Chelsea ter contrariado a maioria dos prognósticos, já que o clube londrino não aparecia entre os mais cotados para ser campeão europeu.

Thiago foi contratado pelo Chelsea no último verão | Manu Fernandez - Pool/Getty Images
Thiago foi contratado pelo Chelsea no último verão | Manu Fernandez - Pool/Getty Images

"Um pouco triste pela lesão, mas muito feliz pelo título. Ano passado nós batemos na trave, eu e a comissão técnica [Tuchel, pelo PSG], e esse ano, de maneira muito heroica, o homem chega no meio da temporada e muda o time de uma maneira... Acho que a gente mereceu muito. Acho que tem uma coisa que eu sempre levo comigo, que o Tite sempre passa pra gente, que é fazer por merecer. E eu acho que a gente mereceu. Muita gente não nos apontou como favoritos, mas faz parte, uns gostam de um tipo de jogo, outros gostam de outro. Mas em uma final, tudo se iguala", afirmou.

Perguntado se irá renovar o seu contrato com o Chelsea, o defensor não deu maiores pistas: "Eu posso dizer que estou muito feliz aqui. Nem nos meus melhores sonhos eu imaginaria ser aclamado desta maneira (...) Estou muito orgulhoso de mim e da minha carreira", concluiu.