Thiago Silva se diz "triste" pela forma como saiu do PSG

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
O brasileiro Thiago Silva com o troféu da Fair Play da Copa América após a derrota por 1 a 0 para a Argentina na final no Maracanã, no Rio de Janeiro, em 10 de julho de 2021 (AFP/NELSON ALMEIDA)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O zagueiro Thiago Silva, do Chelsea, criticou a sua saída do Paris Saint-Germain há um ano, sem que o clube parisiense lhe oferecesse "nem cinco euros" para renovar o contrato ou organizar uma despedida.

Em entrevista à ESPN Brasil que vai ao ar neste sábado, Silva, que vestiu a camisa do PSG durante oito temporadas, comparou sua situação à chegada este ano do icônico zagueiro do Real Madrid, Sergio Ramos, ao clube francês, aos 35 anos.

"Nada contra o Sergio Ramos, mas o Sergio, no momento que foi oferecido para ele dois anos de contrato, ele tinha a mesma idade que eu tinha no ano passado. Então, isso me deixou realmente triste", lamentou o zagueiro de 36 anos de acordo com trechos da entrevista divulgada nesta sexta-feira pelo veículo esportivo.

"Ainda não conversei disso com ninguém ainda, mas me deixou realmente triste, porque parece que eu não tinha feito nada pelo clube. Por não ser oferecido nada", acrescentou o capitão da seleção brasileira na última Copa América no Brasil.

"Ah Thiago, tem aqui o mínimo. Tem cinco euros para você por mês. Você aceita? Não teve isso", disse ele.

O zagueiro-central do Chelsea negou que a sua saída se deva a uma questão salarial e lembrou que ganha "menos da metade" no Chelsea.

Thiago Silva, que conquistou 25 títulos pelo PSG, disse ainda que faltou ao clube parisiense "um pouco mais de sensibilidade naquele momento de despedida".

“Embora estivesse já com a pandemia, acho que poderia ter sido feito uma coisa. Por que não foram oito dias, não foram oito meses. Foram oito anos de muita vitória, de muito trabalho para poder mudar e colocar o Paris no patamar que está hoje. Claro que eu não fiz isso tudo sozinho, mas tive uma grande parcela de contribuição", desabafou o jogador.

Entre os títulos conquistados por Thiago Silva com o clube francês, foram várias ligas, copas e supercopas francesas, mas nunca conseguiu levantar uma Liga dos Campeões, o que fez este ano com o clube inglês.

"Todos esses oito anos que eu passei no Paris buscando, infelizmente, eu não consegui. No meu primeiro ano de Chelsea, eu consegui. Então, isso me enche de orgulho, porque não é fácil você sair de um clube que você passa oito anos e chegar em um clube novo e ganhar aquilo que você mais estava sonhando", declarou ele.

jm/mel/ol/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos