Thiago Silva se despede com bom papel na Copa e descarta integrar comissão da seleção nesse momento

O zagueiro Thiago Silva também encerrou seu ciclo na seleção brasileira depois da eliminação na Copa do Mundo. E afirmou que não se vê em função fora do campo neste momento de transição após a saída de Tite.

- Não nesse momento, mas mais pra frente a gente não sabe o que pode acontecer. Não sei se iniciarei na seleção brasileira, pode ser em outro clube, tem que pensar - , afirmou o jogador, após a derrota para a Croácia.

Simulador: você decide quem será campeão da Copa do Catar

Tabela da Copa: Datas, horários e grupos do Mundial do Catar

Aos 38 anos, o camisa três fez uma excelente Copa do Mundo. Após uma primeira fase segura da zaga titular, dois gols, contra Coreia do Sul e Croácia, mas poucas chances cedidas aos adversários. Depois da eliminação, o jogador falou sobre o gol de empate que levou a disputa para os pênaltis.

- Por mais que a gente seja experiente, é bem complicado. Tenta procurar ser forte, por mais que por dentro estejamos chorando pra caramba - afirmou o jogador, que foi um dos que mais consolou os demais, sobretudo Neymar, após a partida.

Álbum completo: conheça todos os 831 jogadores da Copa

Ao vivo: Bastidores, informações e análises da cobertura direto de Doha

Lamento por Rodrygo e lance rápido

O capitão disse ainda não ter memória de todo o lance em que o Brasil cede espaço para o gol croata. Questionado se não poderia ter sido feita uma falta na jogada, deu sua versão com total tranquilidade, enquanto outros jogadores passaram na zona mista chorando e com ar desesperado.

- É nossa maneira de jogar, a gente ataca e fica resguardando o contra-ataque, pra fazer uma possível falta tática. Houve uma bola recuada, mas sumiu a imagem do restante. Vi a bola na esquerda, dois com o Marquinhos lá atrás. Ele até fez uma falta tática num contra-atauqe, mas nessa situação não estava nem próximo, foi muito rápido - explicou Thiago.

A maior preocupação dos mais experientes nem foi com Neymar, mais acostumado a grandes jogos e Copas. Foi com os mais novos.

- O que me deixa mais triste foi ver o Rodrygo se culpando naquele momento. Todos nós falhamos. Independente de quem tenha perdido o pênalti. Marquinhos foi gigante. Tenho orgulho de ter feito parte desse grupo. Não teria feito nada de diferente - enalteceu Thiago Silva.