Thiago Silva dedica vitória contra a Suíça aos lesionados Neymar e Danilo

DOHA, QATAR (FOLHAPRESS) - O zagueiro Thiago Silva disse após a vitória por 1 a 0 sobre a Suíça, nesta segunda-feira (28), em Doha (Qatar), que o resultado era uma maneira de dar um conforto para Neymar e Danilo, que se lesionaram no primeiro jogo, contra a Sérvia, e são dúvidas para a sequência da Copa.

"Sabíamos da importância desse jogo para dar já essa classificação, para que a gente também possa confortar o coração do Danilo e do Neymar, que possam focar na recuperação e voltar bem", disse o zagueiro.

"É claro que causou uma tristeza muito grande perder dois jogadores lesionados logo na primeira partida, porém nosso grupo é muito forte, a gente conseguiu mentalmente dar a volta por cima."

Para o capitão da seleção e brasileiro mais velho a disputar uma Copa do Mundo, a equipe foi merecedora do resultado por ter tido a paciência necessária para encontrar os espaços na defesa suíça.

"Foi um jogo de paciência. O gramado não estava nas mesmas condições do primeiro jogo, e quando tem uma equipe muito bem postada atrás, tem pouco espaço entre as linhas. A gente teve essa dificuldade, mas não sofremos. O Alisson não fez nenhuma defesa, então isso mostra que o setor defensivo, que começa ali na frente, está bem sólido", disse.

Sobre o fato de ser o capitão na Copa, Thiago Silva disse que Tite não conversou com ele a respeito da efetivação —no Mundial de 2018, na Rússia, o treinador fez um rodízio da braçadeira com os demais líderes da equipe.

"Não conversou comigo, mas não causou estranheza nenhuma no grupo eu exercer essa função. Fico muito à vontade de estar na seleção brasileira. A faixa faz parte, porque alguém tem que carregá-la em campo. Mas os outros líderes também têm voz ativa. Fico feliz por ter sido designado para usá-la."