Thiago Santos evolui e ausência de Felipe Melo não preocupa no Verdão

O torcedor palmeirense acostumado ao futebol de forte marcação de Thiago Santos pode se surpreender positivamente com o volante nos próximos jogos do Palmeiras. Com a suspensão preventiva de Felipe Melo, o camisa 12 deverá ter uma sequência como titular, e o técnico Eduardo Baptista mostra confiança no jogador para conduzir a saída de bola alviverde.

“O Thiago Santos vem em uma evolução. Ele era um volante de marcação, mas melhorou muito. Temos cobrado bastante que ele participe da transição de bola. O Felipe Melo é mais rodado, experiente, encurta o caminho no campo. Os dois se assemelham muito, estamos bem servidos”, disse o treinador.

Felipe Melo teve decretada uma suspensão preventiva de três jogos na Copa Libertadores por conta do soco desferido em Matias Mier, do Peñarol, na batalha de Montevidéu. O comandante do Verdão lamentou a ausência, mas deixou clara sua aposta na força do elenco.

“O Felipe Melo é um jogador importante. Ele é parte da espinha dorsal do time, vinha jogando bem, é uma perda significativa. Mas o Palmeiras tem um elenco qualificado, jogadores prontos para atuar. Estamos fazendo de tudo para diminuir essa pena e já mandamos pessoas para Assunção”, completou.

O Verdão enviou na manhã de sexta-feira o advogado Leonardo Holanda para Assunção, no Paraguai, onde fica a sede da Confederação Sul-Americana de Futebol. O advogado entregou pessoalmente um vídeo em câmera aberta que mostra o início da confusão contra o Peñarol, além de outro que comprova que Felipe Melo não provocou os adversários e iniciou a confusão.

Leia mais:

Eduardo conversa para Michel atuar na lateral e descarta Zé nesta quarta

Eduardo explica reserva de Borja: “Um diamante a ser lapidado”

Palmeiras e Jorge Wilstermann se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), pela quinta rodada da Copa Libertadores. O Verdão precisa de apenas um empate para garantir a primeira colocação do Grupo 5 da Copa Libertadores. A  equipe lidera a chave com dez pontos ganhos, quatro a mais que o rival boliviano. Na sequência, Atlético Tucumán soma três pontos, e Peñarol dois.