Thiago Santos admite qual será principal problema para substituir Felipe Melo

Volante já roubou 30 bolas até o momento, em 13 participações no Campeonato Brasileiro

Com Felipe Melo suspenso provisóriamente, o Palmeiras terá Thiago Santos como substituto nesta quarta-feira (3), contra o Jorge Wilstermann, pela Copa Libertadores. É uma troca de qualidade, pois trata-se de jogador de características e qualidades parecidas, mas há um problema.

Até Thiago sabe que tem menos qualidade que Felipe na saída de bola: "venho trabalhando bastante, sempre me cobraram para trabalhar a saída de bola. Espero que os jogadores não sintam (a diferença). Todos sabem da qualidade que ele tem e o que acrescenta ao elenco, mas venho trabalhando forte para quando o Eduardo precisar de mim eu dar conta".


Thiago Santos foi titular na campanha que levou o Palmeiras ao título do Campeonato Brasileiro de 2016, mas aquele time dependia menos dele na saída de bola. Isso porque Tchê Tchê e Moisés recuavam bastante para buscar a bola. No time de 2017 Tchê Tchê joga mais adiantado, e Moisés está lesionado.

Outra dificuldade para o Palmeiras será a altitude (2600m acima do nível do mar), que interfere justamente no passe dos jogadores. 

Thiago também admitiu que lhe falta experiência nesse quesito, mas minimizou: "vamos treinar lá para ver como é. Falam que a bola é mais rápida. Mas nada vai atrapalhar no jogo. Vamos pegar mais esse tempo de bola. A gente ali atrás não pode errar, tem de estar preparado para tudo. Vai dar tudo certo".

O jogo entre Palmeiras e Jorge Wilstermann será nesta quarta-feira (3), às 21h45 (de Brasília), em Cochabamba. Se empatar, o Verdão já estará classificado para as oitavas de final da Copa Libertadores.