Thetahealing: saiba como a frequência cerebral que ajuda no equilíbrio emocional

Yahoo Vida e Estilo
Thetahealing é uma técnica energética que pode ser aplicada para as mais diversas questões (Getty Images)
Thetahealing é uma técnica energética que pode ser aplicada para as mais diversas questões (Getty Images)

Em um mundo com rotinas atribuladas e menos tempo para olhar para a saúde mental, a busca pelas mais diversas terapias alternativas aumentou significativamente. Além de práticas como Yoga e Mindfulness, outras técnicas surgiram para amparar a busca por equilíbrio mental e emocional, e uma dessas novas possibilidades é o Thetahealing.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A metodologia é relativamente nova, criada em 1995 pela terapeuta norte-americana Vianna Stibal. O Thetahealing é “uma técnica de cura energética", resume Bruna Souza, instrutora de Thetahealing e responsável pelo projeto 'Thetarisos', que visa divulgar a prática. A técnica terapêutica, de acordo com Bruna, oferece ferramentas para que a pessoa "acesse e cure o que nos limita de ser nossa melhor versão".

Leia também

Segundo sua definição, 'theta' é a frequência cerebral que é atingida por meio de meditação. A especialista explica que é a mesma frequência que alcançamos quando estamos quase dormindo ou quase acordando. "Quando estamos nessa frequência, ficamos mais abertos e propícios a acessar nossas memórias e para receber novas orientações do terapeuta, por exemplo", explica Bruna, complementando que 'theta' também é uma letra grega que significa 'alma'. 

Para quem é recomendado?

De acordo com a instrutora, o Thetahealing não possui limitações e, apesar de simples, a técnica pode ajudar em várias  questões da vida, desde as mais simples até as mais complexas. O Thetahealing pode ser usado para auxiliar para trazer equilíbrio para lidar com questões emocionais, situações financeiras desafiadoras, ansiedade, entre outras.

Dicas para quem quer aplicar os princípios do thetahealing 

  • Assuma as rédeas

"A primeira coisa é: saia do papel de vítima", pontua Bruna. "Por mais desafiadora, dolorosa ou injusta que uma situação possa se apresentar na sua vida, você tem o direito de viver essa dor, essa frustração, porque é algo humano e você deve acolher essa humanidade." A ideia, segundo a especialista, é aprender a tirar o melhor de cada situação e seguir em frente.

  • Tire um tempo para você

 Bruna afirma que todos buscamos a felicidade e a única forma de alcançá-la é cada pessoa viver sua própria verdade. "Hoje, em um mundo de tantas demandas, tarefas e expectativas, muitas vezes não fazemos o que queremos e vivemos em função do que os outros querem e esperam de nós", explica. "É importante silenciar e ouvir a si mesmo para criar uma conexão interna, para que possamos viver a nossa própria verdade e nos sentir mais felizes e mais em paz", encerra.

Leia também