Teste positivo para a Covid-19 impede goleiro Brenno de seguir com a seleção para Tóquio

·1 minuto de leitura

A seleção brasileira de futebol masculino chegou ao Japão para a disputa dos Jogos Olímpicos. Porém, sem o goleiro Brenno. Antes de deixar a Sérvia, onde os atletas realizaram um período de treinos, ele testou positivo para a Covid-19.

Seleção comanda por Jardine estreia quinta-feira nos Jogos | Srdjan Stevanovic/Getty Images
Seleção comanda por Jardine estreia quinta-feira nos Jogos | Srdjan Stevanovic/Getty Images

O atleta do Grêmio contraiu a doença no dia 17 de junho. A partir de então, ficou em isolamento. Através de redes sociais, ele próprio se manifestou dizendo que estava com sintomas leves. Recuperado, inclusive voltou a jogar pelo Tricolor antes de se apresentar ao técnico André Jardine.

Malcom se junta ao grupo brasileiro neste domingo | Srdjan Stevanovic/Getty Images
Malcom se junta ao grupo brasileiro neste domingo | Srdjan Stevanovic/Getty Images

Agora, no entanto, o exame voltou a apontar a presença do vírus no organismo. Não se trata de algo incomum, apesar do longo período que se separa este momento da manifestação inicial da doença. É fato, no entanto, que ele, no aguardo da contraprova (acredita-se no chamado exame "falso positivo"), precisou seguir na Europa enquanto seus companheiros voavam para Tóquio - aliás, o restante do grupo testou negativo no desembarque. A estreia brasileira nas Olimpíadas será na próxima quinta-feira, diante da Alemanha, repetindo a final que garantiu o ouro à seleção em 2016, no Rio de Janeiro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos