Terceiro goleiro brilha nos pênaltis e Inter vai à final do Gauchão

O Campeonato Gaúcho já conhece seu primeiro finalista. Neste domingo, jogando no Estádio Centenário, o Internacional mostrou muita luta e a estrela do goleiro Keller, o terceiro reserva do Colorado, brilhou no tempo normal e na decisão por pênalti para que a equipe eliminasse o Caxias e garantisse sua vaga na final. No tempo normal, os mandantes venceram por 1 a 0.

Keller entrou em campo justamente pela lesão do titular Marcelo Lomba, que aos cinco minutos do primeiro tempo, cobrou tiro de meta, caiu no gramado com a mão na coxa e precisou ser substituído após atendimento médico. No tempo normal, o jovem ainda defendeu um pênalti cobrado por Gilmar, que eliminaria o Internacional.

Essa foi a segunda decisão por pênaltis do Internacional em uma semana. Depois de eliminar o Corinthians em Itaquera, também nas penalidades, pela Copa do Brasil, mais uma vez, o Inter mostrou ótimo poder de concentração no momento decisivo e garantiu a classificação. A equipe converteu suas cinco cobranças com D’Alessandro, Vitor Cuesta, Valdivía, Nico López e Diego.

Agora, o Internacional aguarda o vencedor do confronto entre Novo Hamburgo e Grêmio para saber quem irá enfrentar na final do Campeonato Gaúcho. No primeiro jogo, na Arena tricolor, as duas equipes empataram em 1 a 1.

O JOGO

O jogo começou quente no Estádio Centenário. Com apenas dois minutos, D’Alessandro fez falta em Wágner e iniciou uma confusão. Marabá empurrou o argentino e os outros jogadores se envolveram na discussão, que acabou sem advertências.

Com cinco jogados, o goleiro Marcelo Lomba cobrou tiro de meta e caiu no gramado com a mão na coxa. Depois do atendimento, o arqueiro precisou dar lugar a Keller. O jogador ainda chorou no banco de reservas enquanto recebia atendimento médico.

A primeira oportunidade real de gol surgiu apenas aos 21 minutos. Rodrigo Dourado deu linda enfiada para Edenílson, que driblou Lúcio e chutou. Com o gol livre, o volante acertou a trave e a bola foi pela linha de fundo.

Se o Inter desperdiçou sua oportunidade, o Caxias caprichou na finalização aos 25 minutos. Após cruzamento da direita de Wagner, Júlio César subiu mais alto que Alemão e cabeceou para o fundo das redes de Keiller, abrindo o placar para os mandantes.

Segundo tempo segue com confusão, e Caxias perde pênalti

O segundo tempo começou como a primeira etapa: com o Internacional pecando na finalização. Aos 15, após troca de passes, Alemão ajeitou para Uendel que, dentro da área, chutou por cima do gol de Lúcio.

A situação ficou mais complicada para o Colorado com 22 jogados. Léo Ortiz derrubou Marlon na área e Daniel Bins marcou o pênalti. Indignado pela marcação, Brenner empurrou o árbitro e acabou expulso. Além disso, Léo Ortiz também recebeu o cartão amarelo pela falta.

Na cobrança, porém, Kellre salvou o Internacional. Gilmar bateu firme no canto direito, mas o goleiro colorado voou no lance e conseguiu espalmar a bola para longe.

Por fim, nas penalidades,

FICHA TÉCNICA

CAXIAS 1 x 0 INTERNACIONAL

Local: Estádio Centenário, Caxias do Sul (RS)

Data: 23 de abril de 2017, domingo

Horário: 16h (de Brasília)

Árbitro: Daniel Nobre Bins (RS)

Assistentes: Maurício Penna e André da Silva Bittencourt (RS)

Público:

Renda:

Cartões amarelos: Wagner, Laércio e Gilmar (CAXIAS); Alemão, Léo Ortiz, D’Alessandro, Uendel e Victor Cuesta (INTER)

Cartão vermelho: Brenner (INTER)

GOL:

CAXIAS: Julio César, aos 25 minutos do primeiro tempo

CAXIAS: Lúcio; Thiago Machado, Laércio, Edson Borges e Geninho; Marabá (Fredson Baiano) e Elyeser; Júlio César, Wagner (Marlon) e Reis; Gilmar.

Técnico: Luiz Carlos Winck

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba (Keller), Alemão, Léo Ortiz, Victor Cuesta e Uendel; Edenílson (Valdívia), Rodrigo Dourado, Anselmo (Diego) e D’Alessandro; Nico López e Brenner

Técnico: Antônio Carlos Zago