Ter Stegen, a um passo de reescrever a história do Barcelona

Goal.com

"É tudo muito simples: se você marcar mais um do que o seu adversário, você ganha." A partir desta frase de Johan Cruyff o Barcelona desenvolveu quase cinco décadas de sucessos praticamente ininterruptos nos últimos anos. No Camp Nou, sempre importou mais o ataque do que a defesa. Tanto que hoje, Ernesto Valverde comanda uma equipe que ainda não sofreu gols nos três primeiros jogos da temporada pelo segundo ano consecutivo, algo que ninguém alcançou até agora.

Marc-André Ter Stegen é o grande responsável pelos números impressionantes. O alemão é o único goleiro da Primeira Divisão que ainda não sofreu um gol, um fato que confirma o crescimento constante do ex-Mönchengladbach desde que chegou quatro temporadas atrás. Nesta campanha, mantém a progressão e começou como o melhor da categoria.

Nesta campanha mantém a progressão e começou como o melhor gol da categoria, tanto em termos de gols sofridos quanto de stop rate.


Foto: Getty Images
 

Além disso, Ter Stegen oferece algo ao alcance de muito poucos: sua capacidade de associar e apoiar seus companheiros de equipe quando se trata de soltar a bola e construir a jogada por trás. Seus dados contrastam com os de outros goleiros na mesma categoria. Porque há goleiros, como Keylor Navas, que intervêm com os pés ainda mais do que o alemão, mas nenhum atinge o nível de sucesso do atual goleiro do Barcelona.

Tanto é assim que nem mesmo Jasper Cillessen, goleiro da Holanda e autor de uma assistência recente, consegue contestar a propriedade. "Estou querendo jogar tudo", diz o alemão desde que chegou.


E seu desempenho está de acordo com sua intenção. Ter Stegen começou a temporada parando uma penalidade decisiva na Supercopa da Espanha. Não há dúvida de que, se o Barcelona conseguir reescrever a história de suas ligas no capítulo defensivo, será em grande parte graças a Ter Stegen.

Leia também