Tenistas apresentam resultado negativo para o coronavírus na Austrália

Martin PARRY
·1 minuto de leitura
O sérvio Dusan Lajovic enfrenta o alemão Jan-Lennard Struff pela Copa ATP em Melbourne, em 5 de fevereiro de 2021

O tênis retornou nesta sexta-feira às quadras de Melbourne, depois que todos os jogadores testaram negativo para o coronavírus após um caso positivo registrado em um hotel que hospeda participantes do Aberto da Austrália.

"Todos os testes realizados ontem deram negativo", anunciou a conta oficial no Twitter do Aberto da Austrália.

No total, 507 pessoas passaram por exames e permaneceram isoladas em seus quartos de hotel para aguardar os resultados.

O diretor do Aberto da Austrália, Greg Tiley, expressou confiança de que os espectadores poderão assistir as primeiras partidas do torneio, que começa na segunda-feira.

"Os espectadores estarão autorizados presencialmente e nós continuamos vendendo ingressos", disse.

"O local será extremamente seguro", prometeu Tiley. "Há controles, rastreamento de contatos e distanciamento físico".

Os programas dos seis torneios preparatórios para o Aberto da Austrália foram retomados nesta sexta-feira.

Tudo isso aconteceu porque as 507 pessoas - tenistas e profissionais credenciados - que passaram a quarentena no hotel Grand Hyatt, onde um funcionário testou positivo na quarta-feira para a covid-19, tiveram que passar por um novo teste de diagnóstico na quinta-feira e voltar ao isolamento, após a primeira quarentena mais ou menos estrita de 14 dias em sua chegada a Austrália.

mp-hr-ig/fbr/bde/plh/roc/af/lda