Tenista russo pede exclusão de jornalista da Olimpíada após ser perguntado sobre "estigma" de doping

·1 minuto de leitura
Medvedev em ação na Olimpíada de Tóquio (Tim de Waele/Getty Images)
Medvedev em ação na Olimpíada de Tóquio (Tim de Waele/Getty Images)

Daniil Medvedev voltou a protagonizar uma polêmica na última quarta-feira na Olimpíada de Tóquio. Questionado em entrevista coletiva sobre um possível “estigma” sobre os atletas da Rússia por causa dos casos de doping no país, o tenista irritou-se e pediu a exclusão do jornalista responsável pela pergunta.

O episódio aconteceu após a vitória de Medvedev sobre o italiano Fabio Fognini, nas oitavas de final do tênis masculino. O jornalista chileno fez a pergunta sobre os comprovados casos de doping, que fizeram com que o país sequer pudesse ser representado oficialmente nos Jogos de Tóquio – os atletas estão competindo sob a bandeira do “Comitê Olímpico Russo”.

Leia também:

“É a primeira vez em minha vida que não vou responder uma pergunta”, declarou o tenista. O jornalista ainda tentou explicar-se, mas Medvedev, enfurecido, disparou contra ele.

“Você deveria sentir-se envergonhado. Para mim, você deveria estar fora da Olimpíada ou de qualquer torneio de tênis. Eu nunca mais quero vê-lo”, afirmou.

O repórter, mais uma vez, esclareceu que não estava acusando o tenista ou seus colegas de nada, mas foi interrompido por Medvedev, que, aos gritos, exclamava: “Primeira vez na vida! Primeira vez na vida!”.

Depois do triunfo sobre Fognini, Medvedev caiu nesta quinta-feira nas quartas de final do torneio de simples para o espanhol Pablo Carreño Busta por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 7/5.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos