Tenista francês dispara contra covid: “Sou positivo pela 250° vez, não posso mais lidar com essa m...”

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Benoît Paire
    Benoît Paire
    Tenista francês
Benoit Pare desabafou ao saber de nova infecção pelo coronavírus. Foto: Jayne Kamin-Oncea-USA TODAY Sports
Benoit Pare desabafou ao saber de nova infecção pelo coronavírus. Foto: Jayne Kamin-Oncea-USA TODAY Sports

O aumento de casos positivos de covid-19 voltou a preocupar a todo o mundo e no esporte não é diferente.

O Aberto da Austrália, primeiro Grand Slam da temporada, deve ter várias baixas na lista de participantes da competição.

Leia também:

E tem tenista que não aguenta mais ficar longe das quadras por conta da pandemia que assola o mundo. O francês Benoit Paire, número 46 no ranking da ATP fez um desabafo ao saber que estava novamente infectado.

“Olá, meu nome é Benoit Paire e pela 250ª vez testei positivo para COVID”, escreveu o francês ironicamente em suas redes sociais, acrescentando: “Sinceramente, não consigo mais lidar com essa merda de Covid. Como estou? Não me sinto bem mentalmente, mas por causa de todas essas quarentenas passadas em um quarto de hotel do outro lado do mundo. O ano passado foi difícil, e este ano começa exatamente igual!", disparou.

Paire, conhecido por falas polêmicas, esclareceu que “sou 100% a favor da vacina, mas vamos viver como antes Covid, senão não vejo sentido” e aproveitou para alfinetar o circuito mundial da modalidade: “É secundário, mas ATP, como você defende os jogadores no meu caso?", questionou.

Por enquanto, a presença de Paire no primeiro Grand Slam da temporada ainda é dúvida, situação semelhante à vivida por algumas estrelas do circuito como Novak Djokovic ou Rafael Nadal. Enquanto isso, outros como Dominic Thiem e Nadia Podoroska já decidiram pela não participação no aberto australiano.

Dias atrás, outro que se referiu ao assunto foi o britânico Andy Murray, que optou por dizer que recebeu a terceira dose da vacina de uma forma bem particular: “Hoje injetaram-me o meu terceiro microchip. Brincadeiras à parte ... A ciência é o melhor. Obrigado cientistas, obrigado médicos e profissionais de saúde pelo trabalho incrível que estão fazendo", agradeceu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos