'Temos de falar pouco e trabalhar muito', diz Emiliano Díaz, auxiliar técnico do Botafogo

LANCE!
·1 minuto de leitura


O auxiliar-técnico do Botafogo, Emiliano Díaz, foi incisivo ao avaliar a maneira como o elenco tem de se preparar para sair da situação complicada na qual se encontra no Campeonato Brasileiro. Em entrevista coletiva online exibida pela Botafogo TV após a derrota por 2 a 1 do Glorioso par ao Fortaleza, o argentino afirmou.

- Sabíamos que a situação do Botafogo era complicada e que precisaríamos trabalhar a parte tática, física e psicológica. O que temos de tirar deste jogo é a necessidade de trabalhar, trabalhar, trabalhar... Falar pouco e trabalhar muito. Principalmente, pelo Botafogo, que confiou em nós - e, em seguida, declarou:

- Sabemos que não há tempo, de 17 partidas precisamos ganhar oito para ficar tranquilos para o Botafogo não depender de ninguém. Simplesmente de ninguém - completou.

VEJA A TABELA E AS PRÓXIMAS PARTIDAS DO BRASILEIRO


O interino avaliou o que custou a derrota para o Tricolor do Pici no Nilton Santos.

- Cometemos erros. Estamos sofrendo gols com muita facilidade. Isso é o que temos que melhorar. Além disso, quando tentamos, a sorte não está nos acompanhando - declarou.

O Botafogo, com 20 pontos, vai a campo nesta quarta-feira para enfrentar o Atlético-MG, às 21h30, no Mineirão.