Técnico do Newcastle explica ida à Arábia Saudita: "É para o benefício dos atletas"

·2 min de leitura
Técnico do Newcastle ficou em saia justa ao ser questioando sobre viagem. Foto: Serena Taylor/Newcastle United via Getty Images
Técnico do Newcastle ficou em saia justa ao ser questioando sobre viagem. Foto: Serena Taylor/Newcastle United via Getty Images

Não bastasse a vice-lanterna da Premier League, o Newcastle parece querer se envolver em mais confusão. Isso porque o time da cidade mais populosa do nordeste da Inglaterra vai aproveitar uma folga na tabela do campeonato inglês para viajar até a Arábia Saudita onde vai fazer um período de treinos.

Após encarar o Leeds neste (22), em confronto válido pela 23ª rodada Campeonato Inglês, o Newcastle só volta a campo no dia 8 de fevereiro, contra o Everton. O problema nem é a intertemporada, mas sim o local onde ela será realizada.

Leia também:

"Eu não sei os detalhes até o momento. É uma decisão futebolística. Estamos fazendo isso para benefício dos jogadores, em nossa luta para continuarmos na primeira divisão. Esse é meu único pensamento. Tudo sobre a viagem será de primeira classe, e os jogadores serão muito bem cuidados”, afirmou o treinador Eddie Howe em entrevista coletiva.

Coincidentemente, essa será a primeira viagem do clube para a Arábia Saudita desde que foi comprado por um fundo de investimentos do país, em outubro do ano passado.

A visita está sendo considerada por organizações não-governamentais de direitos humanos como a Anistia Internacional como uma "oportunidade de Relações Públicas" para as autoridades sauditas, na tentativa de abafar as violações de direitos cometidas no país.

Algumas situações ainda não foram fechadas como um possível amistoso e também uma visita ao príncipe herdeiro Mohammed bin Salman, dono do clube.

A aquisição do Newcastle é considerada uma tentativa por parte de autoridades sauditas como sportswashing, que nada mais é que o uso do esporte como forma de apagar ou esconder ações que governos não querem que sejam conhecidas pelo mundo.

“Não haverá distração da minha parte. É tudo sobre treinar e garantir que os jogadores estejam focados no próximo jogo. Estamos só partindo para um ambiente diferente para unir mais os atletas. Tentaremos fazer um trabalho melhor na volta, com um time mais unido”, completou Howe que terá muito trabalho já que o time está a seis jogos na temporada sem vencer e soma só 12 pontos em 20 jogos disputados.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos