Técnico de Senegal fica doente e pode perder jogo contra Inglaterra

O técnico de Senegal, Aliou Cissé, durante a partida contra o Equador (Foto: Ayman Aref/NurPhoto via Getty Images)
O técnico de Senegal, Aliou Cissé, durante a partida contra o Equador (Foto: Ayman Aref/NurPhoto via Getty Images)

O técnico de Senegal, Aliou Cissé, pode ser uma ausência do time na partida contra a Inglaterra, marcada para este domingo (4), às 16h. Ele adoeceu há dois dias e não participou dos últimos treinamentos, assim como ficou fora da coletiva de imprensa concedida neste sábado (3).

Foi o assistente Regis Bogaert quem conduziu as coisas nas duas oportunidades. Ele admitiu que o técnico não está se sentindo bem, mas manteve o otimismo para a partida contra a Inglaterra. Cissé esteve presente nas duas vezes que o Senegal se classificou às oitavas; na primeira, em 2002, era jogador e agora conseguiu o resultado como técnico.

Leia também:

"Aliou Cisse está doente e com um pouco de febre, por isso tivemos que ter cuidado com a situação dele. Ele está doente há alguns dias e nos deixou cuidar do treinamento ontem, obviamente, com as instruções que transmitimos aos jogadores. Esperamos que amanhã ele possa vir e estar no banco com os jogadores", iniciou.

"Mas temos certeza que às 22h de amanhã ele estará lá com a equipe. Vencer a Inglaterra seria uma conquista tremenda. Não sei o quão importante seria em comparação com a vitória em 2002. Mas se conseguirmos derrotar um time como esse, enviaremos uma forte mensagem sobre o progresso que fizemos", complementou.

Cissé foi parte do elenco que venceu a França na abertura da Copa do Mundo de 2002, um resultado que chocou as expectativas dos atuais campeões do mundo.

"Ele diz isso para seus jogadores: 'Quanto mais vocês jogarem nos melhores clubes do mundo, mais vocês se tornarão jogadores de primeira linha, e isso é muito importante. Os jogadores mais maduros precisam passar sua experiência para os mais jovens. Existem seis que jogaram Copas do Mundo antes, mas muitos dos nossos jogadores venceram a Copa Africana de Nações.Temos jogadores muito experientes e todos sabemos que nada substitui a experiência", disse Bogaert.