Técnico da Inglaterra explica convocação de meia polêmico

Maddison voltou a ser convocado para a Seleção da Inglaterra depois de ser flagrado em um cassino em 2019.
Maddison voltou a ser convocado para a Seleção da Inglaterra depois de ser flagrado em um cassino em 2019. Foto: (Nick Potts/PA Images via Getty Images)

Fora das convocações da Seleção da Inglaterra desde o ano de 2019, quando viveu uma polêmica fora de campo, ao ser flagrado em um cassino na Europa, o meia James Maddison foi a surpresa da convocação inglesa para a Copa do Mundo do Catar, que será realizada entre os dias 20 de novembro e 18 de dezembro deste ano.

Destaque nesta temporada da Premier League, tendo marcado seis gols e concedido quatro assistências para que seus companheiros balançassem as redes adversárias em 13 jogos pelo Leicester City, Maddison foi premiado pelo técnico Gareth Southgate com o chamado para o Mundial. O comandante da Inglaterra explicou as razões que levaram à convocação: "Ele está jogando muito bem. Sempre dissemos que é bom jogador e ele ganhou o direito. Achamos que ele pode nos dar algo diferente dos outros atacantes. Decidimos algumas semanas atrás que levaríamos ele, mas não iríamos contar. Minha prioridade esses dias tem sido as conversas difíceis e notícias tristes. Falei com ele nesta manhã porque havia muita especulação de que James não estaria conosco".

Leia também:

Sobre a polêmica de Maddison, flagrado em um cassino logo após ter sido cortado da Inglaterra por doença enquanto a seleção jogava, Southgate preferiu não entrar no assunto: "Não tive (conversa sobre isso). Acabou que a história saiu nos jornais e ninguém gosta disso, mas vivo isso todos os dias. Não acho que foi o drama que pareça ser para todos. Teve momentos que em jogamos no 4-3-3 e ele não se encaixava, mas ele está jogando especialmente bem".

No Grupo B da Copa do Mundo, a Inglaterra irá enfrentar Estados Unidos, Irã e País de Gales na primeira fase da competição.