Técnico da Croácia diz que Seleção Brasileira é “assustadora”

Técnico da Croácia, Zlatko Dalic, analisou o confronto de quartas de final contra o Brasil. Foto: Mike Hewitt - FIFA/FIFA via Getty Images
Técnico da Croácia, Zlatko Dalic, analisou o confronto de quartas de final contra o Brasil. Foto: Mike Hewitt - FIFA/FIFA via Getty Images

O técnico da Croácia, Zlatko Dalic, chamou a Seleção Brasileira de "assustadora", mas disse que seu time não é um grande azarão nas quartas de final de sexta-feira (9) contra um dos favoritos da Copa do Mundo.

A equipe de Dalic, vice-campeã da Copa do Mundo de 2018, derrotou o Japão nos pênaltis nesta segunda-feira (5) e garantiu pelo menos a terceira melhor campanha histórica na competição entre seleções.

Leia também:

O técnico disse estar orgulhoso de sua equipe por mostrar caráter e mentalidade para chegar tão longe no Catar, mas sabe que o jogo contra o Brasil será bem mais duro do que o confronto com os asiáticos.

“O Brasil tem (mais) 200 milhões de pessoas, nós temos apenas quatro milhões, então somos um pouco como o subúrbio de uma cidade no Brasil”, disse Dalic.

“Será um jogo diferente de todos os que já jogamos até agora porque o Brasil gosta de jogar futebol. Se olharmos de forma realista, o Brasil é o melhor time do torneio, eles têm uma ótima seleção de jogadores, um grande elenco, é assustador, então é um grande teste para nós”, analisou.

Dalic seguiu dizendo que “não existe nada melhor” do que jogar contra o Brasil em uma Copa do Mundo, mas fez uma ponderação.

"Talvez preferíssemos que fosse na final do que nas quartas-de-final", acrescentou.

A Croácia renovou sua equipe nos quatro anos desde a última Copa do Mundo, com apenas alguns veteranos restantes, incluindo o capitão Luka Modric e o ala Ivan Perisic.

Dalic disse que esta geração não deve ser comparada ao time derrotado pela França na final da Rússia, porque eles incluíam jogadores espalhados por clubes de elite.

“Já conquistamos um resultado histórico ao conquistar o vice campeonato em 2018 e a terceira colocação em 1998, este é o terceiro melhor resultado da Croácia em uma Copa do Mundo”, disse Dalic.

“O Brasil é o favorito, dá para perceber que eles têm um ótimo clima no time, têm jogadores de primeira linha, Neymar voltou de lesão. Temos que ser muito inteligentes em nossa abordagem. Não podemos abrir muito contra o Brasil, mas também não podemos ficar parados”, finalizou o treinador projetando o confronto marcado para sexta-feira (9), às 12h00, pelo horário de Brasília.