Técnico da Bélgica desabafa após derrota: 'Perdemos a alegria de jogar'

Treinador da Bélgica, Roberto Martínez, desabafou com derrota da seleção. Photo by Chris Ricco - UEFA/UEFA via Getty Images)
Treinador da Bélgica, Roberto Martínez, desabafou com derrota da seleção. Photo by Chris Ricco - UEFA/UEFA via Getty Images)

A Bélgica protagonizou uma das maiores zebras da Copa do Mundo ao ser derrotada pelo Marrocos por 2 a 0 neste domingo (27). A derrota embolou o grupo F e deixou o técnico Roberto Martínez muito desanimado.

Após a partida, o treinador da Bélgica desabafou sobre a atuação da equipe diante dos marroquinos. "Normalmente jogamos com grande animação ofensiva, mas talvez tenhamos perdido essa alegria de jogar, talvez pela pressão nos ombros. Teremos que vencer a última partida, enquanto nas duas primeiras partidas pensávamos em não perder", disse.

Leia também:

Apesar da derrota, o treinador destacou que a equipe jogou melhor do que na vitória sobre Canadá, na estreia do torneio. "É uma derrota difícil, num Mundial onde se vem para ganhar. Antes desse gol, achava que tínhamos um controle muito bom, mas não criamos tantas chances quanto possível. Então perdemos o controle, talvez tenhamos sido muito emocionais. Jogamos muito melhor do que contra o Canadá, tentamos arriscar", destacou Martínez.

Responsabilidade dos jogadores e elogios a Hazard

Na entrevista coletiva, Roberto Martínez destacou que a responsabilidade da classificação está nas mãos dos jogadores da Bélgica.

"É mais uma questão de estado de espírito, não de falta de qualidade a nível técnico: jogámos com medo de perder. Agora é responsabilidade dos jogadores: eles trabalharam muito com a bola, e hoje não vi a alegria deles jogando com a bola. Precisamos encontrar nossa identidade", disse o treinador.

Por fim, Martínez elogiou a partida de Eden Hazard, que entrou no segundo tempo. "Jogou muito bem. A última vez que o vi neste nível foi contra Portugal no Euro 2020 e o perdemos por lesão, então estamos tentando aprender com nossos erros. Você tem que ver como o corpo dele lida com isso", finalizou.