Técnico alemão faz insulto racista durante prova do ciclismo: 'Pegue os camelos'

·1 minuto de leitura
Prova do ciclismo de estrada nas Olimpíadas de Tóquio (Foto: Pool via Reuters/Tim de Waele)
Prova do ciclismo de estrada nas Olimpíadas de Tóquio (Foto: Pool via Reuters/Tim de Waele)

O treinador alemão de ciclismo Patrick Moster foi flagrado fazendo um insulto racista durante a disputa do ciclismo de estrada das Olimpíadas de Tóquio. Na transmissão do evento nesta quarta-feira, o técnico apareceu se referindo aos competidores da Argélia e Eritreia como "camelos".

"Pegue os camelos", gritou Moster enquanto corria atrás do ciclista alemão Nikias Arndt na disputa contra-relógio em Tóquio. Ele se referia a Azzedine Lagab (Argélia) e Amanuel Ghebreigzabhier (Eritreia).

Leia também:

A fala desconcertou o comentarista Florian Nass durante transmissão na televisão alemã ARD. Ele classificou o comentário como "totalmente inapropriado".

"Algo assim não tem lugar no esporte. Isso é absolutamente inapropriado. Desculpe, não consigo pensar em nada...", disse.

Após a repercussão do episódio, Patrick Moster pediu desculpas e justificou que fez o insulto "no calor do momento".

"No calor do momento e com o fardo geral que temos aqui, errei na escolha de palavras. Sinto muito, só posso me desculpar sinceramente. Eu não queria desrespeitar ninguém", disse.

O presidente do Comitê Olímpico da Alemanha, Alfons Hormann, comentou o caso e disse que vai "buscar uma conversa pessoal" e "lidar com a situação" ainda hoje.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos