Tchê Tchê no Galo: veja quanto o São Paulo projeta economizar com empréstimo do volante

Nathalia Almeida
·1 minuto de leitura

Pouco aproveitado nos primeiros meses de Hernán Crespo no Morumbi, Tchê Tchê está em vias de ser anunciado pelo Atlético-MG. As negociações entre São Paulo e Galo estão bastante adiantadas, transferência que acontecerá em formato de empréstimo, válido por uma temporada. O modelo do negócio (sem compensação financeira imediata) dividiu opiniões entre torcedores são-paulinos nas redes sociais, mas a diretoria tricolor defende o movimento por uma razão específica: o alto salário do atleta.

Apesar de uma certa divergência entre fontes, estima-se que o salário do camisa 8 no Morumbi seja algo entre R$ 350 e R$ 450 mil/mês, valores considerados muito acima da média para alguém que não tem status de titular com a atual comissão técnica. Ao emprestar Tchê Tchê ao Galo, com o clube mineiro arcando integralmente seus vencimentos, o Tricolor Paulista projeta uma economia total de até R$ 6,2 milhões em um ano, já que o vínculo de empréstimo deve valer até maio de 2022. A informação é do UOL Esportes.

Tchê Tchê foi contratação específica pedida por Cuca | Alexandre Schneider/Getty Images
Tchê Tchê foi contratação específica pedida por Cuca | Alexandre Schneider/Getty Images

Dono de uma das maiores folhas salariais do país, o São Paulo começa a trabalhar para enxugar gastos. Importante lembrar que o clube paulista tem uma dívida ativa de mais de R$ 50 milhões relativas a contratações de três jogadores do atual elenco, incluindo o próprio Tchê Tchê: o Soberano deve algo em torno de R$ 22 milhões ao Dínamo de Kiev (UCR) pela chegada do atleta.