Tatuagem foi fator decisivo na prisão de Dani Alves, diz jornal espanhol

Daniel Alves disputou a Copa do Mundo do Qatar com a Seleção Brasileira (Foto: DANIEL LEAL-OLIVAS / AFP)


Uma tatuagem teria sido decisiva para a prisão de Daniel Alves, acusado de agressão sexual na Espanha. Segundo o jornal espanhol "El Mundo", a vítima teria descrito com detalhes o desenho de uma meia-lua, tatuado entre o abdômen e o pênis do jogador, em depoimento à polícia. A alegação foi decisiva para a Justiça entender que o ex-Barcelona tirou a roupa no banheiro da boate.

+ Daniel Alves preso: LANCE! responde perguntas sobre o caso

De acordo com o veículo, Dani teria dito que estava sentado no vaso sanitário do banheiro da casa noturna quando a mulher entrou na cabine e sentou em seu colo. Após o questionamento da Justiça sobre a vítima ter visto a tatuagem, o brasileiro teria mudado sua versão e afirmado que levantou no momento em que ela entrou no local, permitindo que ela visse a tatuagem.

+ Harry Kane na mira de gigante inglês, São Paulo estuda contratar Dalbert… O Dia do Mercado!

O lateral-direito brasileiro está preso preventivamente na Espanha desde a última sexta-feira. A Justiça ordenou a prisão do atleta depois de ouvir depoimentos contraditórios sobre o caso. À imprensa, o jogador havia afirmado que não conhecia a suposta vítima. Já nos relatos à Justiça, ele teria negado ter feito sexo com a mulher, mas alterado o depoimento na sequência e admitido a ocorrência de relações sexuais, segundo ele, de forma consensual.

O episódio teria acontecido em uma boate em Barcelona, na Espanha, durante uma festa no fim do ano passado. A vítima foi auxiliada por seguranças depois de deixar o local chorando e, logo em seguida, prestou queixa em uma delegacia catalã.

+ Irmão de Daniel Alves relata impasse com ex-mulher do jogador por defesa na Espanha

Daniel Alves foi transferido de presídio nesta segunda-feira. O jogador estava preso preventivamente no Centro Penitenciário Brians 1, na Espanha, desde a última sexta-feira. Segundo a apuração da emissora "ESPN", o lateral-direito da Seleção Brasileira foi levado para uma cela individual no Centro Penitenciário Brians 2.