Talismã e cria da base do Valencia, Carlos Soler tem a ambição de jogar pela Espanha: 'Sonho'

LANCE!
·3 minuto de leitura


A segunda entrevista desta semana no LaLiga World foi com o grande talismã do Valência CF - e talvez o talento mais brilhante formado nas categorias de base do clube valencista nos últimos anos -, Carlos Soler. O espanhol, de apenas 24 anos, falou sobre o segundo clássico que o clube tem pela LaLiga, agora diante do Levante UD, além de como sua experiência o ajudou a melhorar suas performances nesta temporada, seu sonho de levar os Che de volta ao topo da tabela e as suas aspirações de jogar pela Espanha.

VEJA A TABELA DE LA LIGA

- Está sendo uma temporada diferente. Muitas coisas mudaram, rolaram algumas incertezas sobre o início dela. Mas meus quatro últimos anos (desde que subiu ao profissional do clube) me ajudaram bastante a melhorar minhas habilidades. Consegui desempenhar um papel de certa liderança e autoridade, porque em termos de idade não há nenhum veterano aqui”, disse Soler, nesta temporada já conseguiu marcar sete vezes e ainda deu cinco assistências nos 22 jogos até o momento.

O camisa 8 do Valencia também falou como essa sua experiência o ajudou - além de melhorar seu desempenho dentro de campo e o ‘novo’ papel de líder nos vestiários – a lidar com nomes como Jose Gayà e Toni Lato.

- Nós tivemos diferentes inícios, passamos por diversas etapas. Quando cheguei aqui tinha apenas sete anos de idade, e agora estou com 24. São 17 temporadas neste clube. Nós somos mais que jogadores, somos torcedores. E acho que atletas assim só tem a ajudar o clube, na questão de todos se sentirem parte daquilo, uma unidade.

Após um início complicado na LaLiga Santander, a vitória sobre o Villarreal CF no último final de semana deu uma sobrevida aos Che, que chegaram ao meio da tabela de classificação, em 12º com 30 pontos.

- Acredito que nosso objetivo é vencer toda semana. Sei que isso pode parecer clichê, mas é assim mesmo. Obviamente que não podemos nunca estar satisfeitos, temos que entrar dentro de campo e dar o nosso melhor. Porque somos Valencia, somos o clube que quer sempre estar entre os primeiros, brigando no topo - acrescentou.

O foco, agora, é outro clássico, diante do Levante UD para seguir somando pontos e subindo. E, é claro, manter as boas atuações para, quem sabe, chamar a atenção do técnico Luis Enrique.

- É claro que eu tenho outras ambições, como o de jogar pela Seleção da Espanha por exemplo. Principalmente durante os treinos que antecederam a Copa do Mundo da Rússia, em 2018. Mas sei que em nenhum momento eu fiz parte do grupo final que foi ao mundial. Sei também que tenho que seguir trabalhando, passo a passo. Mas gostaria muito de jogar pela Espanha, é o sonho de todo jogador poder defender seu país.

O Valencia CF volta a campo nesta sexta-feira (12), às 17h (de Brasília), para disputar outro clássico regional - agora, o Derby de Valencia. A partida diante do Levante UD será disputada no estádio Ciutat de Valencia, e será válida pela 27ª rodada da LaLiga Santander 2020/2021.