TAD cancela reunião extraordinária e Neymar não deve enfrentar o Real

Apesar do Barcelona ter enviado recurso para a suspensão de três jogos de Neymar por expulsão no jogo contra o Málaga, o craque brasileiro não poderá jogar o clássico contra o Real Madrid, no domingo, às 15h45 de Brasília, no Santiago Bernabéu, em jogo da 33ª rodada do Campeonato Espanhol.

Como o pedido foi enviado, segundo comunicado do presidente do Tribunal Administrativo do Desporte (TAD), Enrique Arnaldo, às 16h06, da sexta-feira do horário local, após a reunião semanal do tribunal, o recurso não pode ser apreciado e seria necessária uma reunião extraordinária neste sábado. Contudo, o presidente do tribunal não conseguiu localizar dois dos membros da comissão e a reunião deste sábado foi cancelada.

Em nota, o TAD explicou que o recurso não faz a punição ser suspendida, contrariando o clube catalão. Além disso, é destacado que, como a punição tem efeito imediato, ela só poderia ser suspensa em caso de liminar, algo que o Barça não solicitou. Neymar já cumpriu a suspensão automática no jogo contra a Real Sociedad e ainda precisá cumprir mais dois jogos de suspensão.

Segundo o Mundo Deportivo, a equipe do Camp Nou não se pronunciou sobre o assunto, mas emitirá comunicado nesta tarde expressando sua surpresa com a nota do tribunal, que para eles não tem validade jurídica, uma vez que o clube entende que é necessário a opinião do presidente do órgão e não a resolução oficial de todos os seus membros. Além disso, o time blaugrana está indignado pelo fato e o tribunal não ter conseguido localizar todos os seus membros apesar desta ser uma decisão decisiva para o Campeonato Espanhol.

Leia mais:

Artista pinta Messi e Cristiano Ronaldo se beijando antes de clássico

Arsenal busca Arda Turan para substituir Mesut Ozil

Durante entrevista coletiva na manhã deste sábado, o treinador Luis Enrique, que deixará o seu cargo ao término da temporada, afirmou o Barcelona está pronto para encarar o Real Madrid “com ou sem Neymar”.

Como time da capital espanhol tem três pontos a mais do que o seu maior rival e ainda está com uma partida a menos, uma derrota colocaria os catalães em uma situação muito complicada. Por outro lado, um triunfo deixaria os comandados de Luis Enrique com a mesma pontuação dos merengues.