Tévez carrasco e Holan inocente: torcida do Santos reage à derrota para o Boca Juniors

Nathalia Almeida
·2 minuto de leitura

Em seu primeiro compromisso desde a repentina saída do técnico Ariel Holan, o Santos voltou a decepcionar o seu torcedor. É bem verdade que o adversário da vez era dos mais desafiadores, mas quem esperava um duelo equilibrado pela segunda rodada da Libertadores, se decepcionou: vitória tranquila do Boca Juniors por 2 a 0 em La Bombonera, com o veterano Carlos Tévez ditando o ritmo do jogo com um gol e uma assistência para Villa.

Nas redes sociais, o torcedor do Peixe mostrou que ainda vai demorar para processar e aceitar o adeus do técnico argentino, que se despediu precocemente após cobranças externas que extrapolaram (e muito!) os limites aceitáveis e quebra de expectativas em relação ao projeto. Para boa parte dos alvinegros, os principais responsáveis pela má fase do Peixe estão dentro das quatro linhas.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Tévez 'carrasco' também vira assunto

A grande atuação de Carlitos Tévez virou assunto mais comentado nas redes sociais, muito em função do histórico positivo do atacante argentino contra o Peixe. Antes do jogo desta noite, ele já tinha 'machucado' o Santos na decisão da Libertadores de 2003, pelo Boca, e em um clássico local quando atuava pelo Corinthians, em 2005.

Tévez foi o destaque do jogo na Bombonera | Pool/Getty Images
Tévez foi o destaque do jogo na Bombonera | Pool/Getty Images
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Com a derrota, o Santos ficou na lanterna do Grupo A da Libertadores, ainda sem somar pontos. Dependendo do outro resultado da chave, o atual vice-campeão poderá ficar a seis de distância da zona de classificação ao mata-mata. O Peixe volta a campo no próximo sábado (1º), quando encara o Red Bull Bragantino pelo Paulistão.