Técnico do time feminino do Cruzeiro é preso após desacatar fiscal em cidade da Grande Belo Horizonte

Valinor Conteúdo
·1 minuto de leitura


O técnico do time feminino do Cruzeiro, Marcelo Frigério, conhecido como Tchelo, foi detido em Juatuba, Região Metropolitana de BH, na última sexta-feira, 12 de março, por desacato a uma fiscal da cidade que fazia o trabalho de fiscalização para conter aglomerações nesta pandemia da Covid-19. O caso só veio à tona na noite de domingo, 14.

O fato ocorreu durante um treino da equipe feminina no Estádio Antônio Moreira Duarte. O treinador das cabulosas entrou em atrito com a agente pública, que tentava impedir que houvesse aglomeração de pessoas no trabalho do Cruzeiro.

Ainda segundo o BO, Tchelo disse para a fiscal: “Pega essa sua caneta e enfia na sua lomba”, aumentando a tensão na discussão.

No boletim de ocorrência, Tchelo disse à Polícia Militar afirmou que a fiscal teria sido grosseira com as atletas, iniciando o atrito, culminando em um bate-boca entre o técnico e a fiscal, que quase se tornou uma agressão, com envolvimento de mais dois funcionários da prefeitura local, o que acabou gerando a prisão do treinador cruzeirense. A informação foi veiculada inicialmente pelo Superesportes e confirmada pelo L!.

Com a polícia acionada, Marcelo Frigério foi levado para à 1ª Delegacia da Polícia Civil em Juatuba, onde prestou depoimento, depois assumindo o compromisso de prestar mais esclarecimentos no Juizado Especial Criminal em Mateus Leme, que também fica na Região Metropolitana da capital mineira.