Técnico do time feminino do Botafogo diz que ainda busca reforços e lamenta saída de Caio Alexandre

LANCE!
·1 minuto de leitura


O time feminino do Botafogo está em evidência. Semanas depois de ter confirmado o acesso para a primeira divisão do Campeonato Brasileiro, o Alvinegro é o vice-líder do Carioca. Gláucio Carvalho, treinador da equipe, foi o convidado da "BotafogoTV" na transmissão da partida contra o Resende, neste domingo, e comentou sobre o projeto.

- O Durcesio (Mello, presidente) conversa comigo toda semana, vai ao CT toda semana. Sabe as minhas necessidades. Eu não sou um treinador que gasta por gastar. Jogadora tem que vir para somar. Precisamos de jogadoras que venham para resolver. Precisamos de alguns reforços que hoje o mercado interno não está nos proporcionando. O time de hoje é competitivo sim, que pode almejar ficar entre os oito melhores do campeonato (Brasileiro) - afirmou.

O comandante afirmou que a busca por contratações ainda não acabou, mas que precisa dar um tiro certo no mercado de transferências.

- Não terminou. A gente está buscando alguns reforços, mas precisamos ter pé no chão, valorizar o dinheiro que o Botafogo tem e buscar jogadoras que compensem o gasto - completou.

No que diz respeito ao futebol masculino, Gláucio Carvalho elogiou as chegadas do Alvinegro visando a temporada 2021. Por outro lado, lamentou a possível saída de Caio Alexandre, que está negociando com o Vancouver Whitecaps, do Canadá.

- Eu gostei muito dessas contratações. O Douglas Borges vem se destacando há alguns anos, eu espero que ele não sinta a oportunidade. O que tem de melhor está em campo. Eu só esperava que o Caio Alexandre não saísse, ele seria muito importante para o acesso. É muito bom jogador - analisou.