Técnico de time da 3ª divisão espanhola é preso por suspeita de manipulação após derrota de 12 x 0

Por Richard Martin

Por Richard Martin

BARCELONA (Reuters) - O técnico do time espanhol da terceira divisão Eldense foi preso em uma investigação de corrupção por suspeita de manipulação de resultado após seu time perder por 12 x 0 para o Barcelona B, informaram fontes da polícia espanhola nesta terça-feira.

O treinador italiano Filippo Di Pierro entrou no clube em janeiro, contratado por um grupo de investimento italiano anônimo que controlava os negócios esportivos e financeiros até domingo.

O zagueiro Emmanuel Mendy disse em entrevista para a rádio Cadena Ser na segunda-feira que o técnico assistente do clube, Fran Ruiz, conversou com ele no hotel antes do jogo sobre o plano.

"Ele me perguntou se eu estava dentro e quanto eu queria, e disse que se eu não concordasse eu não poderia jogar", disse. "Fran disse isso para mim porque o técnico não fala espanhol muito bem".

Também falando para a Cadena Ser, Ruiz confirmou a história, mas disse que estava apenas passando adiante ordens de Di Pierro.

"Em princípio as ordens vinham de cima, do técnico. Eu não sabia o que fazer", disse Ruiz.

"Eu não disse nada no banco, eu não fiz nenhuma substituição e eu não mandei ninguém se aquecer. Então, eu me demiti do clube."

Uma fonte da polícia confirmou que Di Pierro havia sido preso por suspeita de corrupção em conexão com a derrota de 12 x 0, mas não forneceu nenhuma informação adicional.

O atacante mauritano do Eldense Cheikh Saad foi o primeiro a insinuar que o jogo havia sido combinado, no domingo, em uma publicação no Twitter, escrevendo "12-0 não é real e, em breve, tudo ficará claro".

Saad disse a Cadena Ser que descobriu o plano através de Mendy. Ele disse que os jogadores iriam receber 30.000 euros cada para seguir o combinado.

"O técnico me pediu para entrar como substituto, mas eu disse que não queria. Depois do jogo eu quase dei um soco em alguns dos meus colegas", disse Saad.

Não há indicação de envolvimento dos jogadores do Barcelona B na suposta manipulação do resultado.

"Essa é uma situação muito delicada, mas que está exclusivamente relacionada ao Eldense. O Barça B não teve nada a ver com isso e foi outra vítima desse crime organizado", disse a repórteres o técnico do Barça,Luis Enrique.

"Eu estou satisfeito que isso está sendo investigado e sendo levado a sério."