Técnico do Tigre critica Juvenal e chama Ney Franco de 'maricón'

Lance!Press

As declarações de Juvenal Juvêncio, presidente do São Paulo, e Ney Franco, técnico do time, após a confusão na final da Sul-Americana contra o Tigre, não caíram bem para o treinador do time argentino. Ele chegou a chamar o seu colega de profissão de "maricón".

Depois da partida, Juvenl disse que a fuga dos argentinos foi a maior vitória. E Ney declarou que saboreava a vitória diante de um rival covarde.

- O treinador é um "maricón". Quando vem, são os reis da cortesia, mas lá ele esteve comentando que só queríamos brigar, que éramos covardes - disse Nestor Gorosito ao "La Red", para depois falar sobre as declarações em geral:

- Escutar as barbaridades que disse o presidente e, principalmente, as tolices do treinador, te dão veneno e impotência. Mancha toda a luta e o mérito dos jogadores e da diretoria.

O São Paulo vencia a final por 2 a 0, mas o Tigre recusou-se a voltar para o segundo tempo alegando falta de segurança. O título acabou ficando nas mãos do Tricolor.

Lamentamos que você não tenha gostado deste comentário. Informe um motivo abaixo.

Tem certeza?
Classificação falhou. Tente novamente.
Falha na solicitação. Tente novamente.
Promoveremos comentários construtivos e espirituosos para aparecerem primeiro, todo mundo vai vê-los!
Lamentamos, mas não é possível carregar comentários no momento. Tente novamente.