Técnico do Sporting: 'Deve ser difícil ser o Cristiano Ronaldo neste momento'

Técnico do Sporting foi questionado sobre ausência de CR7 entre os titulates contra a Suíça (Foto: Reprodução/Sporting)


A decisão de Fernando Santos de colocar Cristiano Ronaldo no banco contra a Suíça na Copa do Mundo ainda tem rendido pauta na mídia portuguesa. O último a ser questionado sobre o assunto foi o técnico do Sporting, Rúben Amorim. Em entrevista após a vitória sobre o Rio Ave, pela Taça da Liga, ele foi perguntado se concorda com a escolha do treinador de Portugal.

- Já sabem qual é a resposta, são situações que os treinadores têm de gerir. Não tenho qualquer opinião a dar sobre as escolhas do selecionador. Já tive escolhas muito polêmicas quando mantenho certos jogadores ou quando os tiro. Todos os treinadores passam por isso e têm de decidir no momento certo, de acordo com as suas ideias - declarou Rúben Amorim.

+ Quem fez mais gols? Compare os números de Cristiano Ronaldo e Messi na Copa do Mundo

O treinador do Sporting também analisou o lado de Cristiano Ronaldo. Para o comandante, o momento deve estar sendo complicado para o ídolo de Portugal.

- O que digo é que deve ser difícil ser o Cristiano Ronaldo neste momento. Às vezes é fácil criticar, o Ronaldo faz coisas erradas, faz coisas certas, mas deve ser muito difícil para alguém como ele estar a passar por isto - disse.

O assunto também não escapou do elenco português na Copa. Em entrevista recente pós-jogo, Pepe disse que CR7 entende a importância do coletivo nesse momento.

- Ele (Cristiano) sabe muito bem que o mais importante somos nós, a equipe. O que aconteceu nesta noite foi escolha do treinador, e temos de respeitar isso - afirmou.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Já a irmã do craque, Kátia Aveiro, falou em "ingratidão" por Cristiano não ter iniciado o jogo contra a Suíça entre os 11 titulares. Ela se manifestou via redes sociais.

- Queria tanto que ele viesse para casa, deixasse a seleção e se sentasse do nosso lado para o abraçarmos e dizer que está tudo bem. Lhe fazer lembrar o que já conquistou e de que casa ele veio. Queria tanto que ele não fosse mais para lá. Você é grande e os pequenos não percebem o quão enorme você é. Vem para casa. Que é onde te compreendem, onde te abraçam. Como sempre foi. Onde você tem toda a gratidão. E não ingratidão. Obrigada, Ronaldo - escreveu a irmã do craque.

Portugal volta a campo no próximo sábado, às 12h (de Brasília), quando enfrenta o Marrocos por uma vaga entre as quatro melhores seleções da Copa do Mundo. A partida, válida pelas quartas de final, acontece no Al Thumama, em Doha.