Técnico de Senegal fala sobre desfalques e elogia Mendy após falhas na estreia

O treinador Cissé na coletiva de imprensa de Senegal (Divulgação / Senegal)


Após perder a estreia para a Holanda, por 2 a 0, a seleção de Senegal busca uma vitória para seguir na briga por uma vaga nas oitavas de final. Em coletiva, o técnico Adiou Cissé projetou o próximo compromisso, atualizou o boletim médico e elogiou o goleiro Edouard Mendy, vilão do duelo diante da Laranja Mecânica.

Primeiro, Cissé fez questão de exaltar as qualidades do goleiro Edouard Mendy. Como mencionado, o arqueiro foi o grande responsável pela derrota para a Holanda, tendo falhado nos dois gols da Laranja na partida. Mesmo assim, o treinador manteve a confiança no jogador.

+ Seleção Brasileira: LANCE! publica podcast especial 'Caminho do Hexa'

- As qualidades de Edouard Mendy são inquestionáveis. Ele é um menino que realmente está passando por momentos difíceis, mas não tenho dúvidas. Ele tem minha total confiança, assim como de seus companheiros de equipe e, de fato, amanhã ele estará em campo - disse.

Além disso, o treinador senegalês projetou o duelo contra o Qatar, que pode ser decisivo no planejamento da equipe. Se vencer, Senegal volta à briga pela classificação para as oitavas de final da Copa do Mundo. No entanto, em caso de empate ou derrota, os africanos se despedem da disputa.

- Estou muito satisfeito com os meus jogadores. Amanhã é um jogo muito importante para ambas as equipes. Em competições desse nível, a partir do momento em que você perde a primeira partida, você está fadado a ficar de costas para a parede. Tenho certeza que o jogo de amanhã será diferente do jogo contra a Holanda. Não tenho dúvidas de que temos qualidade de ataque para fazer gols. O importante é ser eficiente, ser mais matador na frente do gol e concretizar as chances - finalizou.

+ Holanda pode se classificar às oitavas de final da Copa do Mundo com vitória sobre o Equador

Senegal enfrenta o Qatar nesta sexta-feira, às 10h (de Brasília), no Estádio Al Thumama. As duas equipes dividem a lanterna do Grupo A, já que perderam a estreia por 2 a 0 para Holanda e Equador, respectivamente.

VEJA OUTROS PONTOS ABORDADOS NA COLETIVA

Clima do grupo após a derrota
- O grupo vive bem apesar da derrota. Foram muitas as lições desta derrota. O Senegal não foi mau. Enfrentamos um dos melhores times do mundo na atualidade, ocupando a 8ª posição no ranking da FIFA com jogadores de nível mundial.

Concentração
- Os jogos que tivemos de disputar e que tiveram este nível de intensidade, pressão, importância e exigência permitiram-nos adquirir uma certa experiência coletiva nos sete anos que lá estivemos. Cabe a nós nos concentrar. Futebol são vitórias, empates e derrotas. Desde que estou aqui, tivemos a chance de começar todas as nossas competições vencendo o primeiro jogo. Alguns de vocês me lembraram disso. Na Rússia, ganhamos nossa primeira partida, o resto você sabe.

Boletim médico
- Abdou Diallo voltou a treinar ontem. Ele se sente muito bem. Esperamos que Cheikhou Kouyaté também esteja pronto… Ballo-Touré retomou a corrida, mas estará indisponível. Hoje compreendo que alguns duvidem de nós, mas o importante é que todos os jogadores que dirijo queiram continuar a escrever a sua história, a escrevê-la para os nossos adeptos senegaleses. Continue acreditando e orando pela equipe.