Técnico de Portugal diz que árbitro se desculpou e cobra tecnologia: 'É para isto que existe o VAR'

Lucas Humberto
·1 minuto de leitura

O clima esquentou, braçadeiras foram lançadas, teve jogador saindo antes do apito final e, claro, polêmicas nas redes sociais. Estamos falando do jogo entre Portugal e Sérvia, pelas Eliminatórias da Europa para Copa do Mundo, que terminou em 2 a 2. Para saber tudo que aconteceu na conturbada partida do último sábado (27), confira este artigo.

Em entrevista coletiva após o jogo, o técnico de Portugal, Fernando Santos, revelou que o árbitro da partida (Danny Makkelie) se desculpou por não ter validado o gol de Cristiano Ronaldo. "O árbitro se desculpou e eu tenho um grande respeito por ele, mas não é admissível que, numa competição destas, não exista VAR ou tecnologia da linha de gol".

Treinador reconheceu erro humano, mas se indignou pela ausência do VAR. | PEDJA MILOSAVLJEVIC/Getty Images
Treinador reconheceu erro humano, mas se indignou pela ausência do VAR. | PEDJA MILOSAVLJEVIC/Getty Images

Santos ainda contou que não é a primeira vez que algo assim acontece. Segundo ele, outro árbitro já precisou pedir desculpas depois de confrontos válidos pelas Eliminatórias.

Durante sua fala, o treinador aproveitou para ressaltar, mais de uma vez, sua indignação pela ausência do VAR. "A bola estava meio metro dentro do gol, não havia qualquer obstáculo entre o auxiliar e a linha de gol. Foi muito claro. Me pediu desculpas, mas isso não vai resolver o problema, vamos continuar com o empate. Os árbitros erram, são humanos, mas é para isto que existe o VAR", concluiu.

Portugal volta a campo na próxima terça-feira (30), quando visita a seleção de Luxemburgo pela terceira rodada da competição.