Técnico muda Fluminense e vence 3ª final de turno seguida

VINÍCIUS CASTRO

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Abel Braga é idolatrado pela torcida do Fluminense com justiça. Multicampeão, o técnico venceu a terceira final de turno consecutiva que participou no Rio de Janeiro. Ele é visto nas Laranjeiras como o principal responsável pela mudança do Tricolor depois de um final de ano complicado em 2016. O comandante deu "alma" ao time e celebrou uma conquista importante para o planejamento.

Abelão levantou todas as taças nos Fla-Flus recentes válidos por turnos no Rio de Janeiro. Além da vitória nos pênaltis por 4 a 2 - 3 a 3 no tempo normal -no último domingo (8), que fez o Fluminense conquistar a Taça Guanabara, ele ainda triunfou em 2005 e 2004.

Na Taça Rio de 2005, vitória tricolor por 4 a 1 sob o comando de Abel. Em 2004, o técnico venceu a Taça Guanabara pelo Flamengo em mais um grande jogo, desta vez com vitória rubro-negra por 3 a 2.

"Agradeço e fico emocionado. É o meu 23º título na carreira e gosto de trabalhar com esse grupo. Não prometi nada quando fui contratado, apenas que o time teria alma de guerreiro", afirmou.

Além da Taça Guanabara, Abel Braga conseguiu mudar a forma de o Fluminense jogar e ser visto pelos adversários. A estrela no banco tricolor fez os torcedores esquecerem rapidamente do difícil 2016.

"Está resgatada a confiança. O ano passado deixou muita insegurança. Mas desde o primeiro dia falei a verdade. O clube foi claro com os objetivos, foi verdadeiro ao falar que não teria condição de contratar. Não desrespeitamos ninguém e seguimos o trabalho. As coisas funcionam assim", encerrou.