Técnico do Flu, Odair reencontra o Moto Club pela Copa do Brasil


Depois de 21 anos e sob o comando do Fluminense, Odair Hellmann vai reencontrar o Moto Club, mas agora pela primeira fase da Copa do Brasil. Em 1999, as equipes fizeram três jogos pela primeira fase da Série C do Brasileiro, e o treinador, que na época atuava pelo Tricolor, foi titular do segundo jogo, em que terminou com a vitória dos cariocas por 1 a 0, com gol de Yan.

Agora, à beira do gramado, o técnico está pressionado por uma vaga à próxima fase. A partida entre os times começa, às 21h30, no Castão. O LANCE! acompanha o duelo em tempo real.

Confira a tabela da Copa do Brasil

Como dito, foram três jogos em 1999, mas Odair só foi titular na segunda partida. O primeiro duelo foi no Castelão e terminou empatado por 1 a 1, com gols de Silvio e Magno Alves. O destaque negativo, porém, foi uma confusão generalizada.

Os jogadores das equipes começaram a trocar socos e pontapés. Mano, lateral-esquerdo do Fluminense, caiu desacordado no chão após ser agredido com chutes, por conta disso, os policiais tiveram que entrar em campo para conter os ânimos.

No segundo duelo, menos exaltados, a vitória foi tricolor. Já com a presença de Odair Hellmann, no Radialista Mario Helênio, na cidade mineira de Juiz de Fora, Yan contou com a sorte, marcou após chute de fora da área e selou o triunfo dos cariocas. Hoje como técnico, Odair ajudava na recomposição e também buscava ser ofensivo.

O regulamento dizia que, para avançar, uma equipe deveria vencer duas partidas. Foi necessário, então, um terceiro jogo. No Maracanã, o Fluminense fez 2 a 1 e garantiu a vaga para a próxima fase. Silvio abriu o placar para o clube maranhense, Paulo Cesar empatou e Magno Alves garantiu a classificação para a segunda fase da Série C do Campeonato Brasileiro.

Os anos se passaram e o Fluminense conseguiu se reerguer chegando a conquistar títulos importantes. No entanto, Odair enfrenta um momento conturbado na equipe das Laranjeiras. O clube foi eliminado na semifinal da Taça Guanabara no clássico diante do Flamengo. Depois disso, amargou a desclassificação precoce da Copa Sul-Americana para o Unión La Calera.

Além disso, o treinador vem sofrendo com as críticas pelas redes sociais por conta das últimas escalações. Diante do time chileno, o meio-campo pouco criou e o ataque também não correspondeu. Muitos já pedem a saída do treinador.

— Temos que retomar o mais rápido possível para as próximas competições. Estamos criando uma identidade de buscar as classificações, os objetivos. Não deu nessa (contra o La Calera), infelizmente. Temos que voltar a trabalhar, para que na próxima entrevista possamos estar em uma situação feliz — destacou.

A retomada para recuperar a sequência será, coincidentemente, contra um clube em que Odair atuou contra há mais de 20 anos. Ele só não espera que a classificação para próxima fase seja dramática como foi. O Flu tem o direito do empate e se avançar vai encarar o Botafogo-PB e embolsará R$ 1,3 milhão.




















Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também