Técnico da Polônia lamenta chances perdidas e critica Lewandowski: 'Não mostrou tudo'

Czeslaw Michniewicz técnico da Polônia (Foto: Andrej Isakovic/AFP)


A Polônia foi eliminada pela França, mas mostrou uma seleção mais ofensiva do que havia sido na fase de grupos da Copa do Mundo. O técnico Czeslaw Michniewicz falou sobre a partida da sua equipe na derrota para os franceses por 3 a 1 nas oitavas de final e lamentou o gol sofrido antes do intervalo.

– Sabíamos que seria um jogo difícil. Queríamos jogar de forma diferente do que fizemos antes. Houve momentos perigosos na primeira parte, mantivemos a bola no campo adversário. Tivemos grandes momentos que poderiam ter terminado em gol. Lamento muito aquele chute de Piotr Zieliński. Ressalto esse lance, pois foi a nossa melhor oportunidade no 0 a 0. Então houve a pior coisa que poderia ter acontecido conosco: um gol antes do intervalo. Ele complicou as coisas, a França se sentiu mais confiante (...) Tudo poderia ter sido diferente de tivéssemos marcado o primeiro gol – frisou o treinador.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Lewandowski foi o artilheiro da seleção polonesa no Mundial com dois gols em três marcados. Michniewicz comentou sobre o desempenho do atacante na competição:

– Jogadores como Kylian Mbappé, Leo Messi, Cristiano Ronaldo e Lewandowski são sempre muito esperados. Robert tem mais dificuldade porque a maneira como França, Argentina e Portugal jogam é diferente. Não porque não queremos trocar muitos passes e ir ao ataque, mas temos que camuflar algumas coisas. Os requisitos para Robert são altos, mas ele ainda pode dar muito ao nosso time. Ele também não mostrou tudo neste torneio – disse.

+ Confira a classificação das oitavas de final

A Polônia se despede do Mundial depois de chegar nas oitavas de final após 36 anos. A seleção teve o goleiro Szczesny como destaque da primeira fase e Lewandowski como referência no setor ofensivo.