Técnico da Inglaterra não garante permanência após Copa do Mundo

Southgate, técnico da Inglaterra (Foto: Paul ELLIS / AFP)


Com contrato até 2024, o técnico da Inglaterra Gareth Southgate, deixou em aberto sua permanência à frente da seleção após o fim da Copa do Mundo. Em entrevista para a ITV, o treinador deixou claro que está pensando no próximo compromisso da equipe, contra a França, pelas quartas de final do Mundial.

- Tenho mais dois anos de contrato, bem, 18 meses, e estou pensando na França, nada mais. O que tem sido brilhante é que, quando poucas pessoas queriam que eu ficasse, a Associação de Futebol da Inglaterra sempre me apoiou muito. Então, como gerente, você valoriza esse apoio - afirmou Southgate.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A Associação de Futebol da Inglaterra quer a continuidade do técnico na seleção até a disputa da Eurocopa e a permanência de Southgate vai depender apenas dele, independente do resultado na Copa do Mundo.

Recentemente, em uma declaração ao 'The Athletic', o ex-técnico do PSG, Maurício Pochettino, afirmou que seria uma honra dirigir a seleção inglesa. Já o 'Bild', há pouco tempo, publicou que Tuchel seria uma opção em caso de saída de Southgate. Entretanto, a Inglaterra tem uma resistência com estrangeiros assumindo a seleção desde Capello. O italiano deixou o comando da equipe em 2012.

+ Inglaterra x França: onde assistir, prováveis times e desfalques do jogo da Copa do Mundo


A Inglaterra enfrenta a França neste sábado, às 16h (de Brasília), pelas quartas de final da Copa do Mundo. Caso os ingleses conquistem a classificação, será a segunda vez consecutiva que a seleção chegará nas semifinais do Mundial.