Técnico da França indica mudanças e projeta duelo com a Dinamarca: 'É subestimada'


No duelo mais aguardado do Grupo D da Copa do Mundo, as seleções de França e Dinamarca se enfrentam neste sábado, às 13h (de Brasília). Na véspera da partida, o técnico Didier Deschamps atendeu a imprensa e indicou que fará mudanças na equipe. Além disso, ressaltou a qualidade do adversário: "É muitas vezes subestimada", afirmou.

- Muitas vezes, a Dinamarca é um time subestimado. Eles nos venceram duas vezes entre junho e setembro, então temos que buscar que isso não seja o caso amanhã (sábado). Não é uma vingança. Conhecemos os jogadores dinamarqueses, e eles nos conhecem.

- Havia um cenário em junho, que foi diferente de setembro e será diferente amanhã de novo. Tudo o que aconteceu antes é útil para nós, mas também para a seleção dinamarquesa - completou o técnico da França, que lidera a chave com três pontos.

Os dois confrontos citados por Deschamps foram pela Liga das Nações, com vitórias da Dinamarca por 2 a 1, em junho, e 2 a 0, em setembro. A última vez em que os "Bleus" venceram os dinamarqueses em competições oficiais foi na Copa do Mundo de 1998.

Varane, Guendouzi e Tchouameni - França
Varane, Guendouzi e Tchouameni - França

Varane pode voltar ao time titular da França (Foto: Franck Fife/AFP)

Após vencer a Austrália por 4 a 1 na estreia, Deschamps fará, ao menos, uma mudança na equipe titular. Isso porque Lucas Hernandez se lesionou e está fora da Copa do Mundo. A alternativa mais simples - e utilizada pelo técnico na partida - foi a entrada de Theo. Para o jogo contra a Dinamarca, contudo, o treinador pode realizar outras alterações no time.

O experiente zagueiro Varane, por exemplo está à disposição da seleção francesa.

- Ele (Varane) poderia ter jogador porque está pronto. Ele participou do jogo-treino após a estreia, mas isso são coisas diferentes. Ele estava pronto para o primeiro jogo, assim como para o segundo. O mais importante é que ele se sinta preparado, no corpo e na mente. E sei que ele está. Vou tomar minha decisão baseado nisso - avaliou Deschamps.

Oitavas de final contra Argentina ou México

"Estamos pensando na Dinamarca. Espero que você faça essa pergunta depois. Por enquanto, olhamos para o nosso grupo. Essa partida pode ser decisiva, temos a possibilidade, como todos que venceram na estreia, de se classificar vencendo a segunda partida."

Preocupação defensiva de Dembélé

"Há jogadores ofensivo que são capazes de defender bem. Ele (Dembélé) teve uma enorme evolução nesse aspecto, porque é exigido dele no clube. Falo com ele sobre isso, sobre seu posicionamento. Na estreia, houve dois momentos que ele não foi bem, nós conversamos e ele corrigiu."