Técnico da França diz que Copa a cada dois anos será uma 'banalização'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
O troféu da Copa do Mundo exibido durante o sorteio da fase preliminar da edição de 2022 (AFP/Kurt Schorrer)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Organizar uma Copa do Mundo a cada dois anos, como deseja a Fifa, seria "uma banalização" do evento, afirmou Didier Deschamps, técnico da atual campeã mundial França, nesta quinta-feira, considerando a habitual periodicidade de quatro anos "muito boa do jeito que está".

“O fato de poder ir a uma Copa do Mundo a cada dois anos me dá a sensação de banalização, é a palavra mais justa que me ocorre”, avaliou Deschamps, vencedor do Mundial como jogador em 1998 e como treinador da seleção francesa em 2018.

“A Copa do Mundo é a cada quatro anos,muito boa do jeito que está”, acrescentou.

Na origem dessa polêmica ideia, a Fifa abriu o debate sobre a aplicação da nova periodicidade de sua principal competição a partir de 2028, alterando um formato adotado de quatro anos desde 1940 na categoria masculina, e na feminina desde 1991.

Diante de uma onda de reações hostis ao projeto, a Fifa consultou as mais de 200 federações nacionais que integram a entidade que rege o futebol mundial nesta quinta-feira, numa reunião realizada através de teleconferência dedicada ao calendário internacional após 2024.

Um relatório completo será publicado em novembro de 2021 e uma "cúpula global" será organizada antes do final do ano, conforme divulgou a Fifa.

ama-jta-jed-bpa/lve/iga/gh/lca

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos