Técnico da França decide não substituir Benzema na equipe

DOHA (Reuters) - O técnico da França, Didier Deschamps, decidiu não substituir o atacante lesionado Karim Benzema em sua convocação para a Copa do Mundo, deixando os atuais campeões do mundo com 25 jogadores para a defesa do título.

Benzema treinou com a equipe pela primeira vez desde que chegou ao Catar no sábado, mas foi forçado a deixar a sessão mais cedo devido a uma lesão na coxa e os exames o tiraram do torneio.

Questionado no domingo pelo TeleFoot se substituiria o vencedor da Bola de Ouro em sua equipe, Deschamps disse "não".

"Este é um grupo de qualidade", acrescentou. "Em tudo o que fazem, dentro e fora do campo, eles são unidos. Tenho confiança neles."

Benzema foi o segundo jogador francês a se juntar à lista de baixas em menos de uma semana, depois que o atacante Christopher Nkunku se machucou em um treino e foi substituído por Randal Kolo Muani.

Os influentes meio-campistas Paul Pogba e N'Golo Kante foram excluídos do torneio por lesões antes de Deschamps convocar sua equipe.

Os torcedores franceses em Paris ficaram consternados com a notícia, se não totalmente surpresos.

"Claro, é uma má notícia para a França, e nos sentimos amaldiçoados, porque é jogador após jogador eliminado, e então termina com Karim Benzema se machucando durante o treinamento", disse o torcedor parisiense Samuel Pautrat.