Técnico da Coreia do Sul reclama de poucos dias de descanso antes de jogo com o Brasil: 'Desumano'

Paulo Bento treinou o Cruzeiro em 2016 - (Foto: Pablo PORCIUNCULA / AFP)


A Coreia do Sul está pronta para enfrentar a Seleção Brasileira nesta segunda-feira, às 16h (de Brasília), pelas oitavas de final da Copa do Mundo. Em entrevista coletiva, o técnico Paulo Bento reclamou dos poucos dias de descanso antes da partida, que, segundo ele, será uma das mais difíceis.

O comandante da equipe sul-coreana admitiu que o favoritismo está do lado do Brasil, mas reforçou que o time tem chances de surpreender.

> Brasil contra asiáticos: relembre os últimos 15 jogos em competições oficiais

- É algo desumano, mas é algo que a Fifa já pretendia. Querem criar menos condições para quem já tem menos condições. Já é difícil competir com o Brasil, que é o candidato mais forte, e com esse constrangimentos, mais ainda - desabafou Paulo Bento, que prosseguiu:

- O Brasil tem grandes possibilidades, nós menos. Mas, em um jogo só temos mais chances do que em um campeonato de pontos corridos, por exemplo. Não temos nada a perder, só a ganhar. Queremos deixar a imagem de uma equipe que quer jogar e competir até o fim.

> Confira a tabela completa e classificação da Copa do Mundo!

Por fim, o técnico da Coreia ainda comentou sobre a possível volta de Neymar ao time titular de Tite. Recuperado de lesão, o camisa 10 brasileiro deve ser presença garantida na partida das oitavas.

- Seria hipócrita se dissesse que é melhor jogar contra Neymar do que sem ele, mas para ser justo, prefiro sempre que os melhores jogadores estejam em campo. Competirá ao "mister" Tite decidir se o escala de inicio e a nós traçar a melhor estratégia - concluiu.