Técnico da Austrália deixa genro fora da Copa do Mundo e lamenta: 'Decisão muito difícil'

Treinador afirmou que familiar entendeu a decisão (Foto: Reprodução/Instagram)


O treinador da Austrália, Graham Arnold, viveu uma situação muito peculiar na hora de anunciar os 26 jogadores que representaram país na Copa do Mundo. O técnico precisou optar por deixar de fora do Mundial do Qatar o próprio genro, o zagueiro Trent Sainsbury, do Al-Wakrah Sport Club.

+ “Seleção terrível” e “Dream team”: imprensa internacional repercute convocação de Tite

O defensor de 30 anos, era um dos veteranos na seleção australiana e esteve na Copa do Mundo de 2018, quando atuou como titular nas três partidas feitas pela equipe na Rússia.

Com mais de 50 partidas com a camisa da Austrália nos últimos oito anos, Trent Sainsbury tinha a expectativa de disputar mais uma edição do torneio de seleções, mas, apesar de ser casado com Elissa Sainsbury, filha de Graham Arnold, ficou de fora da lista final, divulgada nesta terça-feira. O jogador está sem atuar desde o dia 14 de setembro por conta de lesão.

+ Daniel Alves, sobre convocação para a Copa: 'Não estamos aqui para agradar a todo mundo'

- Obviamente, é uma decisão muito, muito difícil. Eu conversei com Trent sobre onde ele está agora. Ele não jogou por um número grande de semanas. Trent entendeu a decisão, mas é algo difícil de fazer - disse Graham Arnold, sobre a ausência do genro.

A Austrália está no Grupo D da Copa do Mundo, ao lado de Dinamarca, França e Tunísia. A estreia será no dia 22 de novembro, contra os atuais campeões, às 16h (de Brasília), no estádio Al Janoub.