Técnico da Argentina pede ajuda a clubes europeus às vésperas da Copa

Imagem de arquivo: O técnico da seleção argentina, Lionel Scaloni.

(Reuters) - O técnico da seleção argentina, Lionel Scaloni, pediu aos clubes europeus que não coloquem em campo nenhum de seus jogadores que não estejam totalmente aptos para os jogos de seus clubes antes da Copa do Mundo no Catar.

A Argentina não poderá contar com o meio-campista Giovani Lo Celso no mundial, devido a uma lesão muscular sofrida jogando por seu clube, o Villarreal, e está apreensiva com a condição física do zagueiro Cristian Romero e do atacante Paulo Dybala.

"A realidade é que estamos conversando com os clubes para que aqueles (jogadores) que não estão 100% não joguem suas partidas com o clube... Estamos trabalhando para ver se eles podem liberá-los, mas é difícil, " Scaloni disse à televisão argentina do Catar na quarta-feira.

"Haverá alguns (jogadores) que, por precaução, não jogarão os últimos jogos, mas sabemos que eles estão bem e que é uma decisão pensando mais no que está por vir (Copa do Mundo) do que qualquer outra coisa", disse Scaloni.

O técnico argentino do Sevilla, Jorge Sampaoli, não relacionou os jogadores da seleção Alejandro Gomez e Marcos Acuña para o confronto de quarta-feira contra a Real Sociedad pelo campeonato espanhol.

Scaloni disse que avaliará "as condições físicas" de seus jogadores antes de anunciar sua convocação de 26 jogadores para o Catar.

A Argentina começa sua campanha na Copa do Mundo contra a Arábia Saudita em 22 de novembro. A seleção bicampeã do mundo também enfrenta México e Polônia no Grupo C.

(Reportagem de Janina Nuno Rios na Cidade do México)