Sylvinho explica escalação de Jô e demora nas substituições no Corinthians, mas evita dar 'desculpas'

·4 minuto de leitura


O Corinthians decepcionou seus torcedores ao sofrer uma derrota por 1 a 0 para o Sport, neste sábado, na Arena Pernambuco, pela 25ª rodada do Brasileirão-2021. As críticas acabaram caindo em Sylvinho, por conta da montagem do time com a ausência de Willian. Além disso, a impressão da torcida é de que houve demora para mexer na equipe durante a partida.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2021 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Confira as fotos da nova terceira camisa roxa do Corinthians

Em entrevista coletiva após o duelo fora de casa, o treinador do Timão explicou o motivo pelo qual optou por colocar Jô no lugar do camisa 10, que ficou em São Paulo em tratamento. Segundo ele, o centroavante é considerado um titular e a equipe já mostrou boas performances nesse formação, o que acabou não acontecendo nesse duelo com o Leão, como ele mesmo reconheceu.

- O Jô é titular desse time, um deles, são tantos. é um atleta que faz parte dessa nossa construção, é um atleta que tem dado bastante para nós, um dos artilheiros desse time, jogador de bastante referência, passou por uma ou duas semanas com uma pequena lesão, depois do jogo com o Palmeira ele teve um pequeno desconforto no joelho, perdeu alguns treinos, não viajou, voltando pouco a pouco, mas é um atleta de referência, do qual nós já utilizamos e o Róger (Guedes) jogou por fora em outra ocasião nessa construção que estamos dizendo, e nós tivemos boas performances nos jogos, muitas vezes eles se mostram diferentes - disse o comandante antes de completar:

- Hoje não foi um bom jogo, e a performance não foi boa de todos, de maneira que eu não credito em absoluto, uma má performance ao Jô jogar por dentro como referência, e o Róger jogar aberto pela esquerda, de forma alguma. Até porque nós tivemos uma versão dessa também, em que o Róger fez um gol contra o Palmeiras, e o Jô, naquele momento, era nossa referência. Então essas coisas ocorrem, tem resultados bons, performances boas, hoje ela não foi.

Outro ponto bastante criticado na atuação de Sylvinho foi a demora nas substituições. Mesmo com as dificuldades do time, a primeira mudança aconteceu aos 24 minutos do segundo tempo. De acordo com o técnico alvinegro, não havia a necessidade de alterações até aquele momento.

- As substituições não são uma regra. "Tem que substituir com 45 minutos, com 22, com 30". Você tem que substituir quando o time precisa, quando você vê a necessidade. "Qual é a necessidade? É velocidade?", nós jogamos contra um adversário que tem a terceira melhor defesa do campeonato, que dava pouco espaço em profundidade, então isso dificulta, ele tira a velocidade do jogo. Em vez de marcar para frente, ele marca para trás, marca o espaço, dificulta muito mais, é uma forma que tem. Nossas escolhas foram um pouco em cima daquilo que nós vimos do adversário e as saídas que nós tínhamos em campo. Não existe uma regra, existe a necessidade que o time tem para fazer a substituição.

Ainda sobre os problemas apresentados pelo Corinthians, Sylvinho falou da falta de velocidade nas jogadas. O treinador evitou usar desgaste, viagem e gramado como desculpas e optou por elogiar a execução do sistema defensivo do Sport, que teve êxito em seu intuito e conseguiu dificultar para o Timão.

- Parte da explicação, e não é desculpa, o time não teve boa performance. Agora, você me pergunta o porquê da lentidão, eu respondo: nenhuma desculpa. Não é de viagem, não é do excesso de calor, porque a temperatura estava amena para aquilo que nós conhecemos do Nordeste, o campo não estava molhado, e o adversário, como eu citei, tem a terceira melhor defesa, defende com dez atletas, praticamente passando a linha da bola o tempo todo, te elimina o espaço, e você tem que construir muito para fazer. O time ficou lento, o adversário temporizou, dificulta suas ações, resultou bem para eles e tirou a nossa velocidade de jogo. Não é uma desculpa, é só respondendo a pergunta, realmente fomos lentos em decorrência dessa situação.

Agora o Corinthians de Sylvinho foca suas atenções para o duelo com o Fluminense, na próxima quarta-feira, às 21h, na Neo Química Arena, pela 26ª rodada do Brasileirão-2021. Com 37 pontos, o Timão é o quinto na tabela.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos