Sylvinho elogia versatilidade de Róger Guedes e Luan no Corinthians: 'Não podemos rotular'

·2 minuto de leitura


O técnico do Corinthians, Sylvinho, elogiou os atacante Róger Guedes e Luan pela possibilidade de atuarem em diferentes lugares no setor ofensivo.

Róger, que iniciou a carreira atuando pelo lado direito de ataque, pelo Criciúma, fez a sua primeira partida pelo Timão na esquerda, tendo sido premiado com o gol que garantiu o empate em 1 a 1 contra o Juventude, nesta terça-feira (7), pela 19ª rodada do Brasileirão.

- O Róger é um grande atleta que tem capacidade de jogar em uma e duas funções. Começou pela direita sua trajetória, teve um período pelo lado esquerdo, assim como foi para China jogou pelo lado esquerdo e muitas partidas como atacante - disse o treinador corintiano em entrevista coletiva virtual após o jogo.

>> Baixe o novo app de resultados do L!
>> Confira a tabela do Brasileirão e simule os próximos jogos

Além da extremidades do gramado, Sylvinho também entende que Róger pode atuar por trás do centroavante ou até mesmo como um "falso nove".

- Mais de 75% dos jogos ele não era referência, mas atacante por trás. Pode jogar pelo lado direito, esquerdo. Começou a carreira pela direita, como centroavante e um segundo homem de ataque como fez na China. Atleta completo que pode jogar em funções diferentes - declarou o comandante do Timão.

Em relação a Luan, o atleta, contra o Juventude, atuou em uma condição diferente do que vinha sendo utilizado por Sylvinho. O camisa 7 entrou aos 20 minutos do segundo tempo no lugar de Renato Augusto, para jogar como um meia, função onde viveu o seu auge, pelo Grêmio, em 2017.

Titular no seis primeiros jogos do atual técnico do Corinthians atuando como "falso nove", o atleta perdeu espaço para Jô e passou a viver um hiato, tendo entrado apena no decorrer de quatro partida, e totalizando 52 minutos em campo em dois meses.

Na vitória corintiana por 1 a 0 sobre o Grêmio, no último dia 28 de agosto, substitui Adson, jogando pela esquerda, e agora, contra o Juventude, foi utilizado por Sylvinho na zona central de campo.

- A exemplo do Róger, atletas de qualidade, não podemos rotular que joga em uma função, o atleta pode fazer várias funções. O Luan mesmo fez contra o Grêmio, foi centroavante, nove, falso ali, atleta que fez hoje a parte do jogo, como um meia, pode até vim em um tripé por algum dos lados e recompor por ali. Atleta de qualificado, que tem boa condição técnica e se adaptam fácil a funções que, obviamente, possam exercer, assim como jogarão em lugar onde ele pode atuar e ajudar o time - explicou Sylvinho.

Após o 1 a 1 contra o Papo, o Corinthians encara o Atlético-GO, em Goiânia, pela abertura do segundo turno do Brasileirão, já neste fim de semana.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos