Sylvinho admite dificuldade contra o Grêmio: 'não foi a melhor partida'

·1 min de leitura


O empate contra o Grêmio por 1 a 1 foi suficiente para o Corinthians garantir vaga na fase de grupo da Libertadores, o que não acontecia desde 2018, mas o técnico Sylvinho quer mais. O comandante, que admitiu uma partida abaixo do esperado, quer que o Timão termine o Campeonato Brasileiro em quarto lugar.

- Sabíamos da dificuldade do jogo. Discordo desse Grêmio entregue. O Grêmio fez um grande jogo recentemente, ganhou de 3 a 0 (do São Paulo), e veio aqui jogar suas possibilidades. Respeitamos as camisas e os atletas. É bonito ver o entretenimento fora, a alegria do torcedor, mas nós entendíamos a dificuldade do jogo. Tivemos um primeiro tempo difícil, uma marcação individual. No segundo tempo, melhor, conseguimos criar mais, buscar o empate e quase a virada. Foi um jogo muito complicado - avaliou Sylvinho.

Segundo o comandante, não foi a melhor partida do Corinthians, mas o empate na Neo Química Arena foi merecido. Sylvinho também valorizou o trabalho realizado até aqui e não dará férias ao elenco antes da hora.

- Foram mais acertos do que erros, evidentemente. Se não, não estaríamos na posição em que estamos. O campeonato não acabou, e falta um jogo importante. Avisei meu grupo que vai acabar dia 9 de dezembro. Nem entro na questão de férias. Eu entro na questão de que amanhã tem treino. Avaliação, não tenho condições de fazer. Os números são muito positivos. Ninguém, há cinco meses, escreveu que esse time entraria na fase de grupos da Libertadores. Absolutamente ninguém. Mas nós confiamos no trabalho e acreditamos nisso. Estamos felizes, mas não acabou ainda - completou o técnico.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos