Suspensão pelo terceiro amarelo motivou reação inusitada de Hernanes

·1 minuto de leitura

Além da vitória consistente do Sport sobre o Juventude por 3 a 1 na Arena Pernambuco, outro momento que chamou a atenção para aqueles que acompanharam o duelo do Brasileirão disputado na última quarta-feira (6) foi o "banho de gelo" que Hernanes deu em si mesmo após ser substituído. 

Como a atitude um tanto quanto inusitada gerou comentários e suposições nas redes sociais, o próprio jogador usou seu perfil para prestar os devidos esclarecimentos. 

Leia também:

Segundo ele, tudo não passou de uma estratégia passada pela sua psicóloga para momentos de extremo nervosismo. Sensação essa que Hernanes foi exposto, em parte, após ser punido com um cartão amarelo que, por ser o terceiro, o tirou do compromisso no fim de semana diante do Corinthians, também em Recife.

O experiente jogador do clube da Praça da Bandeira ainda pontuou que sua revolta se intensificou por conta de argumentar ter sido agredido pelo meia Wagner, do Juventude, além de não concordar com a marcação do pênalti favorável ao time de Caxias do Sul.

- Como eu recebi mensagens de várias pessoas preocupadas com as minhas reações dentro de campo, quero dizer que não se preocupem. O ponto é que eu era ovelha, mas agora sou leão. Eu vou rugir. Não vou aceitar injustiças. Eu sou leão. Vou rugir. Ainda sobre a minha reação, essa foi uma técnica que aprendi com a minha psicóloga. Quando você está muito nervoso, coloque gelo na cabeça e nos pulsos. Eu fiquei muito irritado por ter recebido o cartão amarelo e estar fora do próximo jogo - disse o atleta em um trecho de seu depoimento.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos