Após suspensão, Grafite deve reforçar o Furacão na Argentina

O Atlético Paranaense embarcou para a Argentina, onde enfrenta nesta quarta-feira o San Lorenzo, pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores da América sem o meia Carlos Alberto, vetado pelo departamento médico. Em compensação, o atacante Grafite está de volta após cumprir suspensão e garante estar pronto para recuperar seu lugar no time e efetivamente entrar na competição.

“Estou contente por poder voltar ao grupo. Treinei durante a semana e estou motivado para ajudar a equipe e começar a fase de grupos para mim”, afirmou o jogador, que conhece bem a competição de sua passagem pelo São Paulo. “É sempre bom jogar uma Libertadores, ainda mais depois de tanto tempo”, completou.

Grafite não joga na Argentina desde 2005, ano em que foi campeão, e prevê algumas dificuldades em Buenos Aires. “Depois de 12 anos, retorno à Argentina. Sabemos que será um jogo complicado, até pelos resultados das duas equipes na primeira rodada. O torcedor argentino apoia muito, mas temos que fazer o nosso jogo. Vamos com muita determinação tática e tentar ficar o máximo de tempo com a bola”, projetou.

O atacante rubro-negro relembrou as classificações fora de casa e mostra confiança em uma boa apresentação como visitante, agora contra o San Lorenzo. “Fizemos dois grandes jogos, contra o Millonarios e o Capiatá. Obtivemos os resultados que buscávamos. A equipe se portou bem e tivemos boas atuações. Temos que tirar as coisas boas destes dois jogos e levar ao gramado contra o San Lorenzo”, concluiu.