Superliga Masculina: Sesi-SP vence clássico contra o Taubaté

Sesi-SP vence clássico - Amanda Demétrio/Sesi-SP
Sesi-SP vence clássico - Amanda Demétrio/Sesi-SP


Segundo e terceiro colocados na tabela da Superliga masculina de vôlei 2019/2020 se enfrentaram na noite desta quarta-feira (08.01) e, no final, melhor para o Sesi-SP, que estava abaixo na classificação e superou o EMS Taubaté Funvic (SP). No ginásio do Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo (SP), a equipe dirigida pelo técnico Rubinho virou o jogo e venceu por 3 sets a 2 (18/25, 22/25, 30/28, 25/19 e 22/20).

O ponteiro Fábio foi um dos principais destaques e, por isso, recebeu o maior número de votos no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), sendo eleito o melhor jogador da partida. Mas, além do dono do Troféu VivaVôlei, outros atletas foram importantes para o resultado positivo, como o oposto Alan, maior pontuador da partida, com 21 acertos.

Após o jogo, Fábio comemorou a vitória, a conquista da premiação individual e fez questão de destacar o alto nível da partida.

- Na quadra somos adversários, mas no final somos todos amigos. Um jogo como esse, quando perdemos de 2 a 0 e depois conseguimos virar, principalmente contra uma equipe tão forte como é o EMS Taubaté Funvic, dá uma alegria muito grande. Os dois times são muito bons e o jogo foi extremamente equilibrado. O placar mostra como foi um jogão - disse Fábio.

Destaque do outro lado da rede, o ponteiro Lucarelli, responsável por 20 pontos do time taubateano, também falou sobre a partida.

- Quando um time tem a chance de fechar o jogo e acaba não fechando, como aconteceu com o nosso, o adversário sempre dá uma inflamada. Esse foi nosso erro ali no finalzinho do terceiro set, quando não conseguimos fechar e vencer a partida. Depois disso começamos a cometer erros bobos e colocamos eles no jogo. Contra uma equipe forte como o Sesi-SP isso não pode acontecer - finalizou Lucarelli.

No restante da rodada, o resultado positivo também apareceu para os times que jogaram em casa. No ginásio Chico Neto, o Denk Academy Maringá Vôlei (PR) levou a melhor sobre a Apan Blumenau (SC) por 3 sets a 1, com parciais de 25/22, 22/25, 25/18 e 25/20. O ponteiro Alê foi um dos destaques e, por isso, recebeu o Troféu VivaVôlei de melhor jogador da partida. Apesar do resultado negativo do time catarinense, o oposto Franco foi o maior pontuador do duelo, com 24 acertos, todos de ataque.

Também diante de sua torcida, o Fiat/Minas (MG) garantiu o resultado positivo ao bater o América Vôlei (MG) por 3 sets a 0 (25/16, 25/16 e 25/18). O oposto Felipe Roque brilhou, sendo o jogador a mais pontuar, com 11 pontos, juntamente com seu companheiro de equipe, o ponteiro Lazo, e ainda foi premiado com o Troféu VivaVôlei.

Mais um time a jogar em casa e conseguir a vitória foi o Sesc RJ. O time carioca superou o Pacaembu/Ribeirão Preto (SP) em sets diretos: 25/13, 25/15 e 26/24. O ponteiro argentino foi eleito pela comissão técnica do time vencedor o melhor em quadra e, por isso, premiado com o Troféu VivaVôlei. Entre os maiores pontuadores, três jogadores: Wallace e Maurício Borges, do Sesc RJ, e Yago, do time paulista, com 11 acertos cada um.

O Vôlei Renata (SP) também jogou com o apoio de seus torcedores e assegurou o resultado positivo nesta noite. O time de Campinas (SP) levou derrotou o Vôlei UM Itapetinga (SP) por 3 a 0, com parciais de 25/22, 25/16 e 25/19. Além da vitória do grupo, dois destaques individuais: o oposto Renan, que marcou 19 pontos, e o central Michel, dono do Troféu VivaVôlei.

E o Sada Cruzeiro (MG) não fez diferente: jogou em casa e venceu. O time mineiro recebeu o Ponta Grossa Vôlei (PR) no ginásio do Riacho, em Contagem (MG), e fez 3 sets a 0: 25/15, 25/21 e 25/19. O jovem central Cledenilson foi o nome do jogo. Encerrou o jogo como maior pontuador, com o total de 16 pontos, sendo 10 de ataque, três de saque e três de bloqueio, e ainda faturou o Troféu VivaVôlei.




















Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também