Supercomputador projeta final da Copa entre Argentina e Portugal

Algoritmo do supercomputador previu que Messi teria melhor desempenho que Cristiano Ronaldo.
Algoritmo do supercomputador previu que Messi teria melhor desempenho que Cristiano Ronaldo. Foto: (KIRILL KUDRYAVTSEV/AFP/Getty Images)

Seguindo as tradições do Polvo Paul, um supercomputador fez a previsão dos resultados das partidas da Copa do Mundo do Catar, que será realizada entre os dias 20 de novembro e 18 de dezembro deste ano, e as notícias, ao menos tecnológicas, não são muito boas para os brasileiros... Na simulação, a final do Mundial colocaria Lionel Messi de um lado e Cristiano Ronaldo do outro, sendo a competição decidida nas cobranças de pênaltis e os hermanos conquistando o único título que falta para coroar a carreira do camisa 10 argentino.

No experimento, realizado pela BCA Research e publicado no relatório "A mais importante de todas as previsões sem importância 2ª edição: Copa do Mundo FIFA 2022", foram usadas as estatísticas dos jogadores que irão disputar o Mundial do jogo FIFA 23 e, a partir disso, cruzadas as 192 partidas da fase de grupos da maior competição de seleções do mundo e das 64 eliminatórias.

Leia também:

A tecnologia, apesar de colocar a Argentina como grande campeã, vê a possibilidade real de isso acontecer em apenas 7%. Os hermanos também não são vistos como favoritos para as casas de apostas, que têm colocado, em ordem, Brasil e França como os postulantes ao título da Copa do Mundo.

Em entrevista à revista Four Four Two, um dos responsáveis pela pesquisa afirmou que: "O quão confiantes estamos sobre nossa escolha para o vencedor? Embora estejamos felizes com nossa escolha, a Argentina terá muitos jogos complicados ao longo da fase a eliminar, e a final é basicamente uma questão de cara ou coroa. Assim, a probabilidade de ganhar o Mundial é de apenas 7%, mesmo como favoritos".